Sumidouro: conheça 7 buracos naturais com vistas incríveis

Ik Kil, no México - Foto: shutterstock

A palavra ‘sumidouro’ talvez não seja tão familiar no nosso vocabulário. O termo, entretanto, se refere aos buracos que surgem repentinamente e afundam tudo que estiver pelo caminho.

+ Os 6 melhores lugares do mundo para ver a aurora boreal

+ Como sobreviver a 5 cenários climáticos extremos

+ 4 destinos para pedalar e surfar no mesmo dia

Em alguns casos, esse fenômeno natural, que ocorre por meio da erosão, acontece em áreas urbanizadas e chega a destruir casas, provocar acidentes com carros e causar risco para seres vivos. Mas em outros lugares, o processo acontece em meio a natureza e pode criar cenários diversos e algumas das vistas naturais mais espetaculares do mundo.

Recentemente, um sumidouro gigante com uma floresta primitiva no fundo foi encontrado na China e despertou um interesse global no assunto.

Pensando nisso, preparamos uma lista com 7 buracos naturais incríveis espalhados pelo planeta. Nem todos eles, porém, são recomendados para banhos, mas mesmo assim são lugares abençoados por vistas de tirar o fôlego.

Grande Buraco Azul, em Belize

Foto: shutterstock

Esse sumidouro de geometria circular quase perfeita, é conhecido como Grande Buraco Azul e é um dos principais locais de mergulho do mundo.

O buraco de 318 metros de largura surgiu a cerca de 15.000 anos atrás, depois que uma caverna acima do solo desabou. Hoje, o local é Patrimônio Mundial da UNESCO, além de ser também ideal para mergulhadores iniciantes

Ik Kil, no México

Foto: shutterstock

O Caribe mexicano é conhecido por seus cenotes e cavernas aquáticas. E o Ik Kil definitivamente é um que vale a visita.

As trepadeiras pendem da borda da abertura de 60 metros de largura acima, e uma escada leva os visitantes até a beira da água, onde você pode nadar com peixes.

Este incrível sumidouro fica a 2 horas a oeste de Cancun.

Montezuma Well, nos Estados Unidos

Foto: shutterstock

Localizado no Monumento Nacional do Castelo de Montezuma, no Arizona, o Montezuma Well foi formado após o colapso de uma caverna de calcário. Hoje, mais de um milhão de galões de água fluem pelo sumidouro todos os dias.

A característica mais fascinante do local é seu ecossistema único criado por água altamente carbonatada com altos níveis de arsênico – um lar confortável para cinco espécies endêmicas que, em todo o mundo, só podem ser vistas lá.

Buracos Azuis, na República de Palau

Foto: shutterstock

Esse sumidouro localizado na República de Palau, na Micronésia, fica perto do bonito Blue Corner.

Trata-se de uma caverna grande e profunda amada por mergulhadores aventureiros. Há quatro buracos no recife que dão acesso à caverna. Em meio aos corais, vivem diversas espécies de peixe e até tubarões-leopardo.

Bimmah Sinkhole, no Omã

Foto:Petr Kahanek / Shutterstock.com

Localizado na área do extremo oriente da Península Arábica, o Omã é o país que resguarda a beleza do Bimmah Sinkhole, considerado um dos mais belos buracos do planeta. O local serve de piscina para moradores e turistas que vêm ver suas águas azuis.

Este sumidouro em particular foi formado ao longo do tempo à medida que as águas subterrâneas gradualmente se desgastaram no calcário até que ele desabou para criar este paraíso natual.

Dean’s Blue Hole, nas Bahamas

Foto: shutterstock

Olha o visual desse lugar. Impressionante, né? O Dean’s Blue Hole, nas Bahamas, é o segundo sumidouro de água salgada mais profundo do mundo.

Com mais de 200 metros de profundidade, o local completa a beleza da baía de Long Island, onde muitos mergulhadores se aventuram.

Nanda Blue Hole, em Vanuatu

Foto: shutterstock

O Nanda Blue Hole também é conhecido como Jackie’s Blue Hole e trata-se de um dos muitos buracos azuis em Vanuatu, país no sul do Oceano Pacífico.

O oásis de lagoa perfeita é isolado na selva. Para chegar até lá, tem duas opções: De carro ou a partir de uma remada de 2 horas em um rio durante a maré alta.

 

 

-Publicidade-