Causas de fadiga: 10 possíveis razões que você não sabia

Por Outside USA

Causas de fadiga: 10 possíveis razões que você não sabia - Go Outside
Foto: Shutterstock

A fadiga pode ser causada por diversos fatores, incluindo dieta, hipotireoidismo e estresse extremo. Manter nossos corpos saudáveis é crucial para deixar os níveis de cansaço baixos e nosso organismo funcionando em plena capacidade. Para ajudá-lo a distinguir os fatores que podem estar causando sua fadiga, reunimos 10 possíveis causas apoiadas por profissionais médicos e estudos para ajudar a identificar como seu ambiente pode estar atribuindo à falta de energia do seu corpo.

+ O que é fadiga mental e como ela prejudica o seu físico
+ 5 alimentos que combatem a fadiga e dão energia

10 possíveis causas de fadiga

1. Mudança de estações
Seu guarda-roupa não é a única coisa que muda com as estações. Juntamente com os espirros, a reação do nosso corpo às transformações biológicas provocadas pelas mudanças sazonais pode resultar em fadiga. “Uma reação alérgica é o resultado do sistema imunológico liberando anticorpos e outros produtos químicos para combater [alergias]”, diz o Dr. Jaydeep Tripathy, MD, médico de cuidados primários da DoctorSpring.

“Esses produtos químicos podem fazer com que nossos tecidos nasais inchem, o que pode fazer sua cabeça parecer pesada”. Esse desconforto parecerá que uma pressão extra foi adicionada na cabeça, dando ao corpo uma fadiga mental e potencial do corpo. Além disso, muitos medicamentos para alergias sazonais, como anti-histamínicos, também podem causar fadiga ao tentar reduzir os sintomas de alergia.

+ 11 dicas para lidar com mudanças repentinas no tempo

2. Falta de nutrição adequada
Pedir comida para viagem e comprar alimentos processados ​​tornou o mundo muito mais fácil. Infelizmente para nossos corpos, efeitos colaterais negativos – como fadiga – podem surgir da falta de um cardápio rico em nutrientes. Um grande culpado da fadiga causada pela dieta é uma alta ingestão de açúcar. Quando nosso açúcar no sangue aumenta rapidamente, nossos níveis de insulina aumentam, levando nosso corpo a se sentir cansado. Outra maneira pela qual a nutrição ajuda a combater a fadiga é fornecer energia ao nosso corpo através de vitaminas e minerais essenciais.

3. Horário de refeições
A hora do dia em que você janta também pode causar fadiga. Por exemplo, se você come tarde da noite, seus hábitos alimentares podem estar causando sua fadiga indesejada. Quando nosso corpo ingere alimentos antes de dormir (especialmente alimentos altamente processados ​​que podem causar azia ou refluxo ácido), nosso tempo de sono se concentra em ajudar na digestão, em vez de aumentar nossos níveis de energia.

+ O melhor horário para tomar café da manhã, recomendado por nutricionista

4. Tireoide
O órgão em forma de borboleta em nossas gargantas pode ser uma das principais causas de fadiga corporal, que muitas vezes não é diagnosticada. “A fadiga é comum tanto no hipotireoidismo quanto no hipertireoidismo”, diz Tripathy. “Essencialmente, o hipotireoidismo faz com que seu metabolismo diminua, enquanto o hipertireoidismo faz com que seu metabolismo acelere. Ambos os casos podem causar fadiga devido à superprodução ou subprodução de hormônios”.

5. Álcool
Aquela ressaca da noite passada está causando mais danos do que você imagina. O consumo de álcool atua como um catalisador para muitos fatores que atribuem a fadiga. “O álcool age como um depressor do sistema nervoso central”, diz o Dr. Zachary Okhah, M.D., fundador e cirurgião-chefe do PH-1 Miami. “O efeito sedativo faz com que o cérebro desacelere e relaxe. No entanto, quando muito álcool é absorvido pela corrente sanguínea, leva mais tempo para que as enzimas do fígado o metabolizem, fazendo com que o excesso de álcool circule pelo corpo por mais tempo. O resultado desse processo prolongado é um sono inquieto e um cansaço prolongado.”

+ 7 formas para reduzir o consumo de álcool com responsabilidade

6. Ciclo de sono irregular ou falta de sono
Mesmo que você se prive de sono todas as noites ou fique entre dormir mal e dormir demais, seu corpo está condicionado a confiar em padrões de sono consistentes e previsíveis para funcionar com eficiência. Fatores como álcool, estresse e até mesmo os pontos de pressão em um colchão podem afetar o ciclo REM do seu sono. Quando o corpo não tem sono adequado, as consequências resultam em falta de energia, que é uma das principais causas de fadiga.

+ Dormindo mal? Siga essas 6 dicas para ter uma boa noite de sono

7. Excesso de treino
Incorporar treinos na agenda de uma pessoa geralmente é uma coisa boa (e pode até compensar a fadiga). No entanto, é possível exagerar na academia e causar fadiga desnecessária. Não tenha medo de adicionar alguns dias de descanso em sua semana. Também é importante aquecer adequadamente e alterar os grupos musculares em que você se concentra regularmente.

+ Exercício físico em excesso pode fazer mal?

8. Altos níveis de estresse
Você viveu o ano de 2020 e lutou contra uma pandemia global – não é preciso dizer que o potencial de ter grandes níveis de estresse em sua vida é maior agora do que nunca. Com o aumento dos níveis de estresse, seu corpo está bombeando cada vez mais o hormônio cortisol, o que leva à fadiga adrenal. O cortisol é o principal hormônio do estresse do corpo. O excesso de cortisol, de acordo com a Hormone Health Network, pode levar à síndrome de Cushing, que causa um aumento na depressão e na ansiedade, e também pode causar ganho de peso rápido – tudo resultando em níveis mais altos de fadiga.

+ 5 movimentos para aliviar o estresse em dias difíceis

9. TDAH
Aqueles que vivem com transtorno de déficit de atenção e hiperatividade não diagnosticado podem se encontrar vivendo com fadiga extrema o tempo todo (não importa quais escolhas de estilo de vida saudáveis ​​façam). Em estudos realizados pelos Institutos Nacionais de Saúde, “vários pacientes adultos que apresentavam principalmente sintomas de TDAH, predominantemente do tipo desatento, também relataram fadiga inexplicável”.

10. Depressão
Qualquer um que se sinta preso em uma rotina pode estar travando uma batalha maior. Assim como aqueles com TDAH e complicações da tireoide, aqueles com depressão parecem não conseguir mudar seus níveis de fadiga, mesmo com mudanças significativas no estilo de vida. Os Institutos Nacionais de Saúde dos EUA dizem que “um dos sintomas residuais mais comuns de uma depressão parcialmente resolvida (ou não diagnosticada) é a fadiga”.

+ 10 alimentos que combatem a ansiedade e a depressão

-Publicidade-