Guia dos Jogos de Inverno: tudo sobre o esqui cross-country em Pequim

Por Redação

Guia dos Jogos de Inverno: tudo sobre esqui cross-country em Pequim | Go Outside
Jaqueline Mourão é uma dos três representantes do Brasil na modalidade em Pequim. Foto: Divulgação/CBDN

As Olimpíadas de Inverno estão se aproximando e o Brasil vai disputar cinco modalidades em Pequim: esqui cross-country, bobsled, skeleton, esqui alpino e esqui estilo livre. Para acompanhar e torcer para os atletas brasileiros, acompanhe os nossos guias de cada disciplina disputada no evento. Entenda o esqui cross-country nos Jogos de Inverno, que acontecem entre 4 e 20 de fevereiro:

+ Jogos de Inverno 2022: Tudo o que você precisa saber sobre as Olimpíadas de Pequim
+ Veja os 11 atletas que vão representar o Brasil nos Jogos de Inverno 2022

Os eventos de esqui cross-country de Pequim 2022 começam no dia 5 e vão até o último dia dos Jogos, dia 20 de fevereiro. As disputas acontecerão no Centro Nórdico de Kuyangshu e no Centro de Biatlo em Zhangjiakou.

A modalidade é uma das principais e mais esperadas das Olimpíadas, já que é um dos apenas cinco esportes que fizeram parte de todas as edições de Jogos de Inverno, desde a primeira, em 1924, em Chamonix, França.

Existem dois métodos usados no esqui cross-country, que é um ramo de variáveis do esqui nórdico, em que os atletas usam bastões de esqui, esquis e somente força para percorrer grandes distâncias. Veja a diferença entre os métodos e explicações das provas, segundo a própria organização dos Jogos Olímpicos:

No método clássico, os esquiadores se movem para frente e para trás em um movimento feito com os esquis paralelos. A técnica do estilo livre é a mais rápida entre os dois métodos, em que o esquiador movimenta os seus pés para um lado e para o outro, de um jeito bem mais parecido com a patinação no gelo do que mesmo o estilo clássico do esqui cross-country.

+ Jogos Olímpicos de Inverno: onde assistir

Quais são as provas de esqui cross-country?

Dentro da modalidade do esqui cross-country, serão disputados 6 diferentes eventos no feminino e no masculino (somando 12 provas, no total) nos Jogos de Inverno de Pequim, utilizando os dois métodos explicados acima, são eles:

  • Skiathlon: exige que o atleta use ambas as técnicas (clássica e estilo livre). O percurso masculino é de 30 km (em duas seções de 15 km) e o feminino é de 15 km (com duas seções de 7,5 km). Tanto no skiathlon masculino quanto no feminino, os esquiadores completam uma metade com o método de esqui clássico e a outra com a técnica do estilo livre. O skiathlon é uma prova de largada em massa, em que todos os atletas começam ao mesmo tempo. Isso também requer uma troca de equipamentos quando percorrida metade dela;
  • Clássico: corrida masculina de 15km e a feminina de 10km;
  • Largada em massa livre: método estilo livre, sendo o masculino de 50 km e o feminino 30 km;
  • Revezamentos: revezamento 4×10 km no masculino e 4×5 km no feminino. As equipes masculina e feminina são formadas por quatro atletas cada, sendo que as corridas começam com uma largada em massa. O primeiro esquiador a cruzar a linha de chegada é o vencedor, e a prova exige que as equipes participantes usem os dois métodos. Os dois primeiros atletas da equipe esquiam com o estilo clássico, enquanto que os dois últimos usam a técnica do estilo livre;
  • Sprint: corridas individuais (1.4 km para os homens e 1.2 km para as mulheres) em ambos os estilos. Os sprints são configurados de maneira muito parecida ao atletismo. Eles começam com uma fase de classificação e, a partir daí, os dois primeiros colocados em cada bateria avançam das quartas de final para as semifinais até que as fases finais sejam definidas e disputadas;
  • Sprint clássico por equipes: competições feminina e masculina do sprint por equipes (clássico). Este evento consiste de dois esquiadores por equipe, com o primeiro esquiador dando duas voltas no percurso de sprint. Em seguida troca com o seu companheiro de equipe, que então completa duas voltas. Este processo continua até que ambos os esquiadores tenham completado seis voltas completas. A primeira equipe que cruzar a linha de chegada vence.

Brasil no esqui cross-country de Pequim 2022

A modalidade vai contar com Jaqueline Mourão, atleta brasileira com mais participações olímpicas na história. A mineira de 46 anos vai para a oitava participação dela em Jogos Olímpicos, sendo seis de inverno e dois de verão. Ela é um dos três nomes do esqui cross-country brasileiro nos Jogos de Pequim, junto a Eduarda Ribera e Manex Silva.

Bruna Moura de 27 anos, havia sido convocada para as Olimpíadas, mas sofreu um grave acidente de carro nesta quinta-feira (27) quando seguia para a Alemanha, após um período de treinos na Áustria, onde faria os testes RT-PCR exigidos para entrada na China. Ela está fora dos Jogos e Eduarda Ribera, terceira colocada entre as atletas que disputaram as duas vagas femininas do Brasil na modalidade, entrou em seu lugar.

Confira um breve perfil de cada atleta, de acordo com o Comitê Olímpico do Brasil (COB):

Jaqueline Mourão
Nome completo: Jaqueline Mourão
Data de nascimento: 27/12/1975 (46 anos)
Local onde nasceu: Belo Horizonte, Minas Gerais
Altura: 1,70m
Peso: 54kg
Provas: 10km / Sprint / Sprint Por Equipes
Participações em Olimpíadas de Inverno: Turim 2006, Vancouver 2010, Sochi 2018 e PyeongChang 2018

Manex Silva
Nome completo: Manex Salsamendi Silva
Data de nascimento: 24/07/2002 (19 anos)
Local onde nasceu: Rio Branco, Acre
Altura: 1,82m
Peso: 75kg
Provas: Esquiatlo / 15km / Sprint / 50km Largada em Massa
Participações em Olimpíadas de Inverno: estreante

Programação do esqui cross-country nos Jogos de Inverno

(Todos os horários estão em hora local de Pequim (UTC+8), 11h a mais em relação a Brasília)

05/02
15:45 – Feminino 7,5km + 7,5km Skiathlon

06/02
15:00 – Masculino 15km + 15km Skiathlon

08/02
16:00 – Classificação do feminino de velocidade (estilo livre)
16:50 – Classificação do masculino de velocidade (estilo livre)
18:30 – Quartas de final do feminino de velocidade (estilo livre)
18:55 – Quartas de final do masculino de velocidade (estilo livre)
19:25 – Semifinais do feminino de velocidade (estilo livre)
19:35 – Semifinais do masculino de velocidade (estilo livre)
19:47 – Final do feminino de velocidade (estilo livre)
20:00 – Final do masculino de velocidade (estilo livre)

10/02
15:00 – 10km feminino estilo clássico

11/02
15:00 – 15km masculino estilo clássico

12/02
15:30 – Revezamento feminino 4x5km

13/02
15:00 – Revezamento masculino 4x10km

16/02
17:00 – Semifinais do feminino de velocidade por equipes clássico
17:40 – Semifinais do masculino de velocidade por equipes clássico
19:00 – Finais do feminino de velocidade por equipes clássico
19:30 – Finais do masculino por equipes clássico

19/02
14:00 – 50km da largada em massa masculino estilo livre

20/02
14:30 – 30km da largada em massa feminino estilo livre

-Publicidade-