Como acabar com o chulé do tênis

Por IstoÉ

Como acabar com o chulé do tênis - Go Outside
Foto: Shutterstock

Quem corre ou treina com frequência pode acabar enfrentando um mau odor nos pés ou nos sapatos. Entenda as causas disso e veja como acabar com o chulé do tênis:

+ Como tirar cheiro ruim das roupas esportivas
+ Como evitar mau cheiro em roupa de neoprene

Embora desagradável, o chulé pode ser uma causa natural, ou seja, não significa falta de higiene. O principal fator dessa condição é o suor, pessoas com problema de sudorese estão mais propensas ao mau cheiro nos pés.

Segundo informações da revista “Veja Saúde”, algumas bactérias presentes na região podem se alimentar de suor e restos de pele morta e, com isso, soltam gases como o ácido isovalérico e metanotiol, responsáveis pelo mau odor, intensificado quando abafado por meias, tecidos e sapatos fechados.

O Serviço Nacional de Saúde do Reino Unidos (NHS) lista outras possíveis causas do chulé: clima quente, passar a maior parte do dia em pé, estar acima do peso, alterações hormonais — que acontecem durante a puberdade, menopausa e gravidez — e uso de alguns medicamentos, como antidepressivos.

Como acabar com o chulé do tênis

Agora que você já sabe as causas do chulé, pode começar a tratá-lo diariamente. No entanto, as medidas são preventivas, ou seja, o mau cheiro pode não acabar de uma vez por todas. Em alguns casos, vale procurar um médico para identificar o motivo, normalmente desencadeado por hiperidrose (excesso de suor), que requer tratamento específico, como aplicação de botox.

+ 7 dicas para fazer seu tênis de corrida durar mais

Confira a seguir cinco dicas do NHS para acabar com o chulé:

• Lave os pés pelo menos uma vez ao dia com um sabonete antibacteriano;

• Remova a pele dura/morta dos pés com uma lixa própria e individual e mantenha as unhas curtas e limpas;

• Use talco para os pés ou um antitranspirante;

• Use tecidos respiráveis ​​ou naturais em seus pés, como algodão;

• Deixe os sapatos secarem antes de usá-los novamente;

• Sempre que possível, deixe os pés livres de sapatos fechados.

-Publicidade-