5 lugares seguros para primeira viagem solo no Brasil

Por Redação

lugares seguros viagem Brasil
O pôr do sol incrível da Pedra Furada no Jalapão - Foto: Ticiana Giehl / Shutterstock

Definir a grandiosidade do Brasil é uma missão um tanto quanto complexa – ou até mesmo impossível. Nosso país reúne tanta diversidade em paisagens, biomas, cultura, culinária e história que quem viaja por aqui encontra um Brasil diferente em cada local.

+ 6 destinos incríveis para ver fenômenos naturais de perto
+ Por que Floripa é um dos melhores destinos de natureza do Brasil
+ 6 parques nacionais para conhecer de bicicleta

Se você tem o sonho de partir para sua primeira viagem solo, seja você homem ou mulher, saiba que a nossa terra mãe pode ser o destino perfeito e oferece o melhor do universo outdoor ou muito sossego – se é o que você busca.

Além de toda essa riqueza, viajar em território brasileiro nos faz resgatar a nossa ancestralidade e entender melhor nossos costumes e quem somos.

Ainda que os noticiários evidenciem muita violência no Brasil, ainda existem lugares absolutamente seguros que são ideais para uma primeira viagem sozinho(a). Com destinos de calor, de frio, praia e montanha, separamos XX destinos em diferentes estados que vão te surpreender.

5 lugares seguros para primeira viagem solo no Brasil:

Chapada Diamantina (BA)

O visual do Morro do Pai Inácio é considerado o grande cartão postal da Chapada Diamantina – Foto: shutterstock

A Chapada Diamantina é o lugar perfeito para uma viagem de total imersão com a natureza e contato com comunidades de muita riqueza cultural. Paraíso do turismo de aventura, a diversidade infinita de belezas naturais do destino baiano vai te surpreender.

Cachoeiras, poços de águas cristalinas, grutas, trilhas para todos os níveis, são alguns dos motivos que fazem com que todo tipo de viajante se encante com o lugar.

De povo hospitaleiro e uma gastronomia de dar água na boca, a Chapada Diamantina tem ainda mais valor pela riqueza de histórias.

A Chapada é uma região formada por 24 cidades, entre as mais famosas estão: Lençóis, Mucugê, Vale do Capão e Igatu. Escolha uma das bases para aproveitar o Parque Nacional da Chapada Diamantina e aproveite!

A recomendação aqui é dividir seus dias entre as cidades, porque cada uma conta com seu charme único.

Aproveite o pôr do sol no alto do Morro do Pai Inácio depois de se aventurar no trekking de 500 metros montanha acima.

As cachoeiras mais populares são a Cachoeira do Buracão, que oferece a experiência de nadar dentro de um cânion até chegar à grande queda, e a Cachoeira da Fumaça, que possui uma das maiores quedas do Brasil e é famosa por formar um lindo arco-íris.

Se você prefere as cachoeiras que pedem um pouco mais de emoção, adicione as cachoeiras do Mixila, Fumacinha e Fumaça por Baixo no seu roteiro. Ah! E não se preocupe que o que não falta são águas limpas para se banhar, afinal a Chapada possui 360 cachoeiras catalogadas.

Você ainda pode visitar as cavernas e grutas de formações geológicas muito especiais. Alguns exemplos são a Gruta da Torrinha e a Gruta da Lapa Doce.

Ilhabela (SP)

A praia do Castelhanos é uma das mais belas e bem preservadas da Ilhabela – Foto: shutterstock

Localizada no Litoral Norte de São Paulo, Ilhabela é um dos poucos municípios-arquipélagos marinhos brasileiros

Com 348 quilômetros, a ilha conta com 36 quilômetros de praias e 360 cachoeiras registradas. Sim, no meio de uma ilha brota muita – mais muita mesmo – água doce.

De mergulhos no mar nas praias, costeiras e piscinas marinhas naturais, a Ilhabela é um destino extremamente seguro e ideal tanto para quem gosta de descanso, quanto para quem gosta de esportes ou até mesmo para aquelas pessoas que prezam por agito noturno.

São mais de trinta opções de praias para você escolher entre as mais urbanizadas ou as mais selvagens.

As praias do Sul são as mais frequentadas por turistas, pois unem o mar tranquilo com uma boa infraestrutura de restaurantes e pousadas.

Mas se você gosta de sossego em locais ainda facilmente acessíveis, siga para o Norte. Dessa lado, as praias da Armação, Pedra do Sino e Jabaquara vão te surpreender.

Um dos trekkings mais incríveis da região é do Borrifos até a Praia do Bonete. O destino só tem acesso por trilha ou barco e é o recinto sagrado de uma comunidade caiçara de 350 pessoas. Outra opção é ir de jeep (com agência) até a Praia dos Castelhanos, que tem um dos mirantes mais cobiçados de todo o litoral paulista.

Uma atividade que você pode adorar é o mergulho de snorkel ou cilindro. A vida marinha de Ilhabela é extraordinária e cheia de corais, peixes e tartarugas.

Cansou da água salgada? Faça uma trilha para tomar um banho bem gelado de água doce em meio à mata. Nesse caso, o trekking é o mais indicado para quem busca aventura e as belas cachoeiras que a ilha reserva.

Muito mais que praias e cachoeiras, Ilhabela já foi uma das maiores produtoras de cana de açúcar e o seu centro histórico ainda guarda resquícios do período colonial.

Faça um passeio pelo Parque Municipal Fazenda Engenho D’Água e conheça mais sobre a história da região.

E se você curte um rolê noturno, Ilhabela não deixa a desejar. A ilha possui uma forte agenda cultural que agita os bares com shows, festivais culinários e até mesmo eventos esportivos.

+ Como fazer a Trilha do Bonete em Ilhabela

Ouro Preto (MG)

lugares seguros viagem Brasil
A arquitetura barroca é um dos grandes destaques de Ouro Preto – Foto: shutterstock

“Ô, Minas Gerais! Quem te conhece não esquece jamais!”. E Ouro Preto, definitivamente, é uma cidade que ganha o coração dos visitantes.

O local é cheio de atrações, com destaque a deslumbrante arquitetura barroca e das extraordinárias minas de ouro.

Por lá, você vai encontrar inúmeras igrejas, museus e povoados encantadores, que farão você mergulhar de verdade na história da inconfidência mineira.

Ah! E vale mencionar que o destino é extremamente tranquilo e seguro para você desfrutar de tudo sem precisar se preocupar.

Comece pelas igrejas, não apenas pelo fator religioso, mas pela lembrança arquitetônica de importantes artistas mineiros, como Aleijadinho e Mestre Ataíde, referências mundiais.

Falando nisso, a Igreja de São Francisco de Assis é a obra mais importante de Aleijadinho, sendo também uma das mais visitadas da cidade, símbolo do barroco e rococó mineiros.

Lá também está o trabalho mais apreciado do Mestre Ataíde, a pintura do teto da igreja, que representa a assunção de Virgem Maria.

Depois visite os museus para conhecer mais sobre Ouro Preto. Eles te ajudarão a entender como a atividade mineradora, a religião e a escravidão influenciaram no desenvolvimento da cidade.

O Museu da Inconfidência é parada obrigatória! Além do Museu do Oratório e o Museu de Arte Sacra de Ouro Preto.

Depois faça um tour pelas minas, onde eram retiradas toneladas de minérios e pedras preciosas na época de Vila Rica. Esse passeio precisa ser acompanhado por um guia.

Claro que você irá se jogar na famosa culinária mineira, né? Aproveite muito o tutu, o feijão tropeiro, o torresmo, o doce de leite e um dos melhores queijos do mundo.

Aproveite as lojinhas da cidade para comprar produtos típicos e levar um pedacinho de Minas Gerais para casa. E sempre converse com a população local para saber de detalhes que só são passados através da oralidade.

Jalapão (TO)

O pôr do sol incrível da Pedra Furada no Jalapão – Foto: Ticiana Giehl / Shutterstock

O Jalapão é um destino ideal para quem ama ecoturismo. Localizado em meio ao cerrado do Tocantins, não tem como não se apaixonar pela infinidade de beleza, atividades e experiências que esse local oferece.

Das dunas ao canyon e das cachoeiras aos fervedouros, o viajante encontra muita riqueza por lá.

Ao chegar no Parque Nacional do Jalapão, o Morro Vermelho será um dos primeiros pontos que você verá. O nome vem da tonalidade avermelhada dos arenitos que formam o morro.

Para chegar ao topo é necessário explorar algumas das trilhas. Se for ao final do dia, você verá um espetacular pôr do sol.

A Cachoeira da Velha é uma das mais famosas do Jalapão. Com 20 metros de altura e 100 metros de largura, é uma das maiores do parque. Em época de chuva impressiona pelo volume de água.

Já a Cachoeira do Formiga é mais tímida, porém de uma beleza encantadora. A favorita dos turistas possui uma característica única: A água reflete os diversos tons de azul e verde, formando uma cor diferenciada.

Para quem gosta de águas mais calmas, os diversos fervedouros do Jalapão são passeios perfeitos.

Com águas calmas e de tons azuis, o banhista consegue sentir a água brotando do chão. A sensação é absolutamente diferente de qualquer outra.

Os fervedouros mais visitados são: o Fervedouro de Bela Vista com um deck e estrutura bem legal; o do Buritizinho com a água mais azul que você conhecerá e o do Ceiça, um verdadeiro oásis em meio à floresta.

O Fervedouro do Encontro também é especial. Ele não será o maior e o mais azul que você visitará, mas é o que a água brota com mais força do chão, te fazendo flutuar.

Depois de muitos mergulhos, faça a trilha da Serra do Espírito Santo. Ela começa sob a luz das estrelas, já que o objetivo é ver o nascer do sol a 250 metros de altura.

Em meio à trilha, sem as luzes da cidade, é possível observar milhares de estrelas, iluminando o céu.

Outra caminhada que você não pode deixar de fazer é a das Dunas do Jalapão. O final de tarde por lá é realmente encantador e com um dourado único.

Um dos pontos turísticos e cartões postais mais visitados do Jalapão é a Pedra Furada. O lugar também é ideal para apreciar o pôr do sol.

Os Canyons são atrativos imperdíveis da região. O Canyon de Sussuapara parece um local secreto de filme cheio de mistérios. O melhor horário para visitar é pela manhã, quando o sol ainda reflete em seu interior.

Jalapão é aquele destino que quanto mais você conhece mais tem para conhecer. Então aproveite a primeira oportunidade para desvendar cada cantinho desse paraíso.

Gramado (RS)

lugares seguros viagem Brasil
Gramado é uma excelente pedida para uma viagem tranquila com clima de inverno – Foto: Luciana Silva Rodrigues / Shutterstock.com

Se você curte um friozinho e quer viajar para um destino seguro, Gramado vai te encantar. Por lá você pode andar tranquilo, tanto nas atrações centrais quanto nas mais afastadas.

Localizada na Serra Gaúcha, o destino é aconchegante e super romântico, além de oferecer deliciosos chocolates e cervejas artesanais.

Sua cultura conta com fortes influências alemã e italiana, o que é possível notar na deliciosa culinária e na arquitetura de suas construções.

Um dos pontos turísticos mais famosos de Gramado é a Rua Coberta. Localizada no coração da cidade, também está próxima ao Palácio dos Festivais e à Igreja São Pedro, que também merecem uma visitinha.

Fazendo jus ao nome, a rua é coberta por uma decoração com várias plantas penduradas. Ela abriga diversos restaurantes, bares e lojas.

Mas você está mesmo é a procura de um programa light e gostoso? Vá até o Lago Negro. Um lago artificial cercado por muitas árvores e arbustos de hortênsias.

Ah! E quem foi que disse que para esquiar precisa sair do Brasil? Conheça o Snowland. Um complexo de diversão fechado, focado em atrações com neve.

Ele possui uma montanha de neve artificial, onde é possível praticar esqui e snowboard. Ainda é possível alugar uma moto de neve e patinar.

E claro que ir a Gramado e não visitar as fábricas de Chocolate é imperdoável. Nessa viagem a dieta não irá te acompanhar.

Gramado também tem um museu de cera, o Dreamland. Ele conta com bonecos de cera de diversos artistas e personagens conhecidos mundialmente. O lugar é divertido e ótimo para fotos.

+ 4 destinos para pedalar e surfar no mesmo dia

-Publicidade-