Mika Picin é ouro, prata e bronze nas provas da primeira etapa do Circuito Brasileiro de Rollerski

Foto: arquivo pessoal

A etapa de abertura do Circuito Brasileiro de Rollerski 2022 aconteceu no último final de semana, de 17 a 19 de junho. Mika Picin representou Mogi Morim na competição promovida no Dahma Golf Club, em São Carlos, e conseguiu excelentes resultados.

Leia mais:

+ Uphill Marathon abre temporada 2022 na Serra dos Órgãos
+ 3 pontos fundamentais para evolução no Uphill
+ Tetracampeão de BMX, Cauan Madona usa cannabis medicinal para dores e concentração

O evento contou com 3 provas em 3 distâncias diferentes. Na sexta-feira (17), a atleta conquistou a medalha de ouro nos 5km estilo skating, que tem largada em massa. Já no sábado (18), ela alcançou o terceiro lugar e, consequentemente, o bronze no sprint 1,4km skating. Por fim, no domingo (19), Mika também foi prata nos 5km estilo clássico, que tem largada em massa.

“A prova de sexta feira, foi realizada no estilo que é minha especialidade, o skating. A pontuação da prova do sprint no sábado foi a melhor da minha carreira, 244 pontos registrados na qualificatória, 2 segundos atrás da primeira atleta. A prova de sprint, a mais curta e rápida da modalidade é o meu ponto mais fraco, já que tenho características de resistência e provas de fundo”, explicou Mika.

A competição soma pontos para o ranking internacional da modalidade e começa a definir a equipe brasileira para o mundial de ski cross country de 2023. Participaram da primeira etapa do Circuito Brasileiro de Rollerski, atletas das equipes brasileiras masculinas e femininas, sub 20, sub 23 e adulta, além de atletas da argentina.

“Essa primeira etapa, além de marcar o retorno das atividades da equipe brasileira após a temporada de neve 2021/2022, também é determinante para o trabalho a ser realizado com vistas ao mundial de ski cross country de 2023, que acontece em fevereiro, na cidade de Planica, na Eslovenia. Os mundiais de ski cross country acontecem de 2 em 2 anos. O rollerski, sobre rodas no asfalto, é a versão de verão do esporte sobre a neve e é a maneira pela qual esquiadores de todo o mundo seguem treinamentos e competições fora da neve. Cada vez mais popular, o calendário internacional de provas de rollerski se concentra em países da escandinávia e europa central, com uma agenda cheia durante todo o verão”, explica Mika.

Com os resultados positivos de três pódios, Mika acrescentou mais 45 mudas de árvore ao projeto Podium Verde, no qual dependendo da posição da atleta na competição, uma quantidade de mudas é plantada no final do ano. Essa é a oitava edição do projeto.

Até o momento, Mika alcançou 8 medalhas e vai plantar um total de 125 mudas. Ao final do ano, todas as mudas serão computadas e plantadas em áreas públicas e particulares da cidade de Mogi Mirim. O Podium Verde acontece juntamente com a Secretaria do Meio Ambiente de Mogi Mirim.

Além disso, o projeto também conta com o apoio e fornecimento de mudas da ONG Planeta Plantar, localizada na cidade de São João da Boa Vista, no estado de São Paulo.

A segunda etapa do Circuito Brasileiro de Rollerski acontece de 9 a 12 de julho no mesmo local em São Carlos. Esta é a única pista no Brasil homologada pela FIS (Federação Internacional de Ski) para as disputas.

-Publicidade-