Pastel, milho ou camarão? Saiba o que está liberado comer na praia

Pastel, milho ou camarão? Saiba o que está liberado comer na praia
Foto: iStock

É quase impossível ficar um dia inteiro na praia ao menos beliscar alguma coisinha. E opções não faltam: tem água de coco, mate geladinho, espetinhos de camarão e queijo de coalho, milho cozido, pastéis – a oferta varia de acordo com o lugar.

+ Praias do litoral norte quase ‘desertas’ para fugir de aglomerações em SP

+ 6 alongamentos para melhorar a flexibilidade total do corpo

+ Adriano de Souza confirmado no campeonato Capítulo Perfeito

Mas temporada algumas comidas podem estragar a frente para o mar, alerta Luciana Marchetti, professora dos cursos de gastronomia e nutrição da Universidade São Judas.

Segundo a especialista, alimentos quentes são as melhores apostas para evitar problemas. “Um pastel frito na hora por exemplo”, explica.

Eles devem ser feitos na hora, porém. É o caso dos espetinhos, especialmente os de camarões. “Esse fruto do mar é muito perecível e exige um cuidado especial na limpeza. O ideal é consumi-lo em locais apropriados.”

Alimentos feitos em casa também devem servir. “A praia é um local muito quente, o que favorece a multiplicação de microrganismos”, explica Luciana, que indica milho verde e como água e água de coco como apostas mais seguras.

A mesma orientação vale para pratos com ingredientes crus, como sanduíches e até frutas. “Uma salada de frutas grande crua, oferece um risco de higiene ou ainda mais se os equipamentos usados ​​no preparo não contém os ingredientes”, ressalta a.

A última dica de Luciana é observada como condições de higiene, seja de um quiosque ou de um vendedor ambulante. “Tudo isso influencia a qualidade da alimentação e pode evitar intoxicações”, afirma.

-Publicidade-