Pular corda traz resultado mais rápido que corrida, mostra estudo

Por Redação

Pular corda traz resultado mais rápido que corrida | Go Outside
Foto: Shutterstock

Um artigo publicado no Journal of Sports Sciences mostrou que pular corda foi relacionado a resultados mais rápidos do que a corrida. Isso acontece porque quando você pula, seu pé fica no chão por períodos mais curtos de tempo do que durante uma corrida.

+ Pular corda ou correr? Veja a diferença entre esses cardios
+ Melhor fazer o cardio antes ou depois da musculação?

“Menos tempo gasto no solo é mais tempo avançando”, disse Jason Moran, pesquisador da Universidade de Essex e um dos autores do artigo, segundo o New York Times, de onde são as informações.

Esse tempo de contato reduzido ao pular corda, junto com a força necessária para se levantar do solo, ajuda a aumentar a velocidade em atividades como corrida. E, além de aumentar a velocidade, também aumenta a potência.

De acordo com o artigo, que consiste em um meta-análise de 21 estudos, com o movimento rápido do salto, seus músculos e tendões precisam se contrair e recuar mais rápido, ao mesmo tempo que fornecer a mesma quantidade de força. Exercer a mesma quantidade de força em um período de tempo mais curto aumenta o poder.

Os benefícios de pular corda

A análise mostra que pular corda também contribui para o equilíbrio. Segundo Moran, qualquer atividade de salto repetitivo aumenta o número e a eficiência das fibras musculares de contração rápida, que são usadas em movimentos rápidos e explosivos.

E, à medida que envelhecemos, perdemos músculos e os de contração rápida diminuem mais rapidamente – um dos motivos pelos quais as pessoas mais velhas têm maior risco de cair.

Logo, pular corda pode prevenir ou reverter essa perde de músculos em lugares como panturrilhas, tendões da coxa e quadríceps.

Essa atividade contribui ainda para a densidade óssea. De acordo com o estudo, o tecido ósseo é dinâmico, baseado em um ciclo constante de construção e degradação. Quando seus ossos são elaborados a tensões repetidas, como pular corda, isso os estimula a crescerem mais fortes.

-Publicidade-