Lachlan Morton vai pedalar 1.063 km em 40 horas em apoio aos refugiados da Ucrânia

Por Redação

Dinheiro arrecadado com a viagem será doado ao Ukraine Crisis Relief Fund. Foto: Reprodução / Instagram.

A partir deste sábado (19), o ciclista australiano Lachlan Morton começa uma viagem de 1.063 km com a missão de ajudar os refugiados ucranianos impactados pela guerra com a Rússia.

+ Esse ciclista está competindo sozinho contra o Tour de France
+ Primeira ucraniana a escalar o Everest luta na guerra contra a Rússia

+ 8 percursos de bike para fazer um verdadeiro ‘Tour de Brasil’

Morton vai sair de Munique, na Alemanha, e pedalar por 40 horas seguidas até a fronteira da Polônia com a Ucrânia. Ele citou o desafio como a viagem mais longa de sua vida, e planeja arrecadar US$ 50 mil (cerca de R$ 250 mil) com doações.

O dinheiro será doado ao Ukraine Crisis Relief Fund (Fundo de Alívio à Crise da Ucrânia), que trabalha com parceiros locais para fornecer ajuda como abrigo, comida e água potável aos refugiados.

No ano passado, Morton arrecadou mais de R$ 3 milhões para o World Bicycle Relief com o seu Alt Tour. Desta vez, ele estava se preparando para correr o Gran Camiño na Espanha com o companheiro ucraniano Mark Padun quando a notícia da invasão chegou aos seus ouvidos.

“Achei difícil me concentrar em tentar me preparar para uma corrida quando algo tão significativo estava acontecendo no mundo. Sou uma pessoa bastante otimista em geral, mas nas últimas duas semanas senti que havia muito pouco para se empolgar”, disse Lachlan no Instagram.

“Tenho certeza de que todos estão cientes da situação horrível que está se desenrolando por lá. Pessoalmente, tenho tentado descobrir alguma maneira de ajudar. Mas para ser honesto, a única coisa que realmente sei fazer é andar de bicicleta”, afirmou o ciclista de 30 anos .

O passeio abrangerá 1.063 quilômetros de uma só vez, passando pela República Checa e pela Polônia antes de chegar à fronteira de Korczowa/Krakovets, na entrada da Ucrânia.

“Espero que todos na comunidade de ciclismo se envolvam”, complementa o ciclista. “Minha ideia é destacar o fato de que a guerra não é um problema distante. Os conflitos estão a um passeio de bicicleta em todo o mundo.”

Será possível acompanhar a missão de Lachlan Morton em tempo real pelo site EF Pro Cycling.

-Publicidade-