Intestino preso na gravidez é comum; saiba como evitar

Intestino preso na gravidez é comum; saiba como evitar
Foto: Pexels

Um intestino preso traz consigo sintomas indesejáveis: inchaço, dores, desconforto… E tudo isso pode ser ainda pior — e infelizmente, mais comum — durante a gravidez. De acordo com o Departamento de Saúde da Austrália, uma em cada quatro gestantes sofre com a dificuldade para defecar, e essa é a segunda reclamação gastrointestinal mais comum durante uma gestação.

+ Especial montanhismo: a história das pioneiras do Monte Everest

+ Como a alimentação afeta a sua vagina

+ Italo Ferreira mostra suas skills em Uluwatu. Assista ao vídeo

Segundo a “Women’s Health”, de onde são as informações, a constipação intestinal pode acontecer tanto no começo da gravidez — quando há um aumento no hormônio da progesterona, ocasionando digestão e movimentos intestinais mais lentos — quanto no final dela — com a pressão ocorrida conforme o crescimento do feto.

Do mesmo modo, fatores como dieta, esforço físico reduzido, estresse e suplementos de ferro também podem contribuir para a dificuldade de ir ao banheiro.

Como evitar o intestino preso na gravidez

A maioria dos laxantes não é recomendada para gestantes. No entanto, você pode conversar com seu ginecologista e obstetra para consultar a existência de vitaminas e suplementos que possam ajudar a regular o intestino.

Além disso, priorize uma alimentação rica em fibras, com alimentos como vegetais, frutas, nozes e grãos integrais. As fibras são importantes para regular a saúde digestiva, melhorar a consistência das fezes e aumentar seu volume e ajudar na remoção de toxinas.

Consumir uma quantidade satisfatória de água também é imprescindível para facilitar a eliminação das fezes, bem como continuar movimentando-se o máximo possível, respeitando as recomendações de seu médico. Ser fisicamente ativa pode ajudar a estimular o intestino e controlar o estresse.

-Publicidade-