Explore as trilhas da magnífica English Coast Path em Cornwall, Inglaterra

Parceria de conteúdo sustentável com o site VisitBritain

Cornwall
Cornwall reúne muitas opções de trilhas e aventuras nos seus 500 km da English Coast Path. Foto: Adam Gibbard.

Localizado no extremo sudoeste da Inglaterra e banhado por águas cristalinas do Oceano Atlântico, o condado de Cornwall (ou Cornualha em português) é considerado uma das regiões mais encantadoras do Reino Unido. Em meio à vastidão deste charmoso litoral, escondem-se tesouros históricos e paisagens surpreendentes como castelos, vilarejos de pesca, praias de areias brancas, falésias, cavernas e piscinas naturais.

+ Grã-Bretanha: turismo sustentável
+ Descubra aventuras ao longo da North Coast 500, na Escócia
+ Encontre aventura em Londres, a primeira cidade-parque nacional do mundo

Com possibilidades de esportes que vão do surf ao ciclismo, Cornwall também se tornou um destino muito popular entre as pessoas que curtem turismo de aventura. E um dos seus roteiros mais inesquecíveis são as trilhas da South West Coast Path, um trajeto de quase 500 km que conecta diferentes caminhos entre penhascos acidentados e enseadas escondidas.

Cornwall
Na caminhada de St. Ives até Lizard há de tudo um pouco – e o que não falta são belos cenários. Foto: Matt Jessop.

Em 2020, a Inglaterra inaugurou uma trilha de longa distância que conecta todo o seu litoral, somando cerca de 4.500 km de paisagens. Este caminho só foi possível graças às novas leis do país, que permitem o acesso aberto a toda a costa inglesa, incluindo o que é conhecido como “spreading room”, uma faixa que pode permitir futuras mudanças no litoral.

A English Coast Path (ou Caminho da Costa da Inglaterra) é considerada a rota contínua mais longa do mundo, conectando toda a costa da Inglaterra por meio de uma rede de trilhas abertas ao público. A iniciativa foi o resultado de uma campanha divulgada pela primeira vez em 2010 – liderada por organizações como a Natural England e instituições de caridade locais – que nos últimos anos trabalharam ao lado do governo e de proprietários de terras para abrir o litoral para todos.

O caminho não só conecta e melhora as rotas existentes com trilhas sinalizadas e protegidas contra as marés e os terrenos mais difíceis, como também abre novas rotas e garante o acesso a terrenos costeiros, como praias, dunas e falésias. O resultado são muitas oportunidades para se desfrutar do simples prazer de estar à beira-mar na Inglaterra.

E o último trecho da England Coast Path é exatamente a região sudoeste inglesa, saindo de Southampton, um importante porto do país (de onde partiram navios como o Titanic), e passando por Cornwall. O percurso neste trecho é chamado de South West Coast Path, que avança até a fronteira com o País de Gales.

Cornwall
A paisagem de Cornwall é cercada de penhascos acidentados e baías escondidas. Foto: Adam Gibbard.

Somente Cornwall possui uma seção de quase 500 quilômetros da South West Coast Path. A grande variedade do caminho nesta região se traduz em trechos suaves misturados com vales costeiros íngremes, praias, cavernas e simpáticas vilas de pescadores – construídas sobre os penhascos rochosos que dominam a paisagem do local.

Não há melhor maneira de explorar as paisagens fascinantes de Cornwall do que percorrer as trilhas da South West Coast Path. Por isso, separamos algumas dicas de diferentes passeios no local.

Pelos sites Walk The England Coast Path, Visit Cornwall e Visit Britain também é possível encontrar informações extras, como hospedagem ao longo do trajeto, passeios guiados e outras aventuras na 
Grã-Bretanha.

South West Coast Path é um trecho da English Coast Path (ou Caminho da Costa da Inglaterra), a rota contínua mais longa do mundo. Foto: Adam Gibbard.

South West Coast Path

De St. Ives para Mousehole

Distância: 61 km
Dificuldade: moderada a difícil
Sugestão de dias para completar o percurso: 5

Esta incrível caminhada passa pelos topos das falésias e praias localizadas na ponta mais oeste de toda a Inglaterra. De penhascos selvagens e charnecas, passando por areias douradas e portos charmosos, o passeio é feito em alguns dias de caminhadas. A trilha também passa por pontos turísticos como Cape Cornwall, Sennen Cove, Land’s End, Minack Theatre e Mousehole.

De Marazion para Coverack

Distância: 58 km
Dificuldade: moderada
Sugestão de dias para completar o percurso: 3

Da famosa calçada de paralelepípedos do Monte de São Miguel aos penhascos selvagens de Lizard, esta é considerada uma caminhada revigorante. No trajeto, é possível experimentar as delícias culinárias de Porthleven, além das vistas magníficas de Mullion e Kynance Cove. É uma caminhada bem equilibrada; perfeitamente adequada para quem desejada a experiência completa da Coast Path sem enfrentar o terreno montanhoso e rochoso mais à oeste.

De St.Ives para Lizard



Distância: 111 km
Dificuldade: moderada a difícil
Sugestão de dias para completar o percurso: 7

Na caminhada de St.Ives até Lizard há de tudo um pouco: belos cenários, variedade de vegetação, restaurantes fabulosos e quilômetros e quilômetros de penhascos vazios. É uma das escolhas mais populares e bem avaliadas pelos turistas. Das galerias de arte de St. Ives, ao redor dos penhascos de Land’s End e até o ponto mais ao sul em Lizard, há uma beleza de tirar o fôlego. Aprecie o Minack Theatre, o St. Michael’s Mount, Kynance Cove e outras dezenas de delícias escondidas nesta inesquecível caminhada de uma semana.

Tintagel Circular Trail

Distância 5.3 km
Dificuldade: Fácil
Sugestão de dias para completar o percurso: 1

Localizadas em uma elevação rochosa que adentra o mar de Cornwall, as ruínas do Castelo de Tintagel são um lugar misterioso, repleto de histórias e lendas antigas. O local pertencia a um dos condes mais notórios da Grã-Bretanha: Ricardo, Conde de Cornwall. Também é o local de nascimento de ninguém menos do que o Rei Arthur. A conexão do lugar com a lenda são a principal inspiração na visita deste ambicioso castelo.

Planeje sua trilha

# Prepare-se com antecedência

Verifique o clima e planeje tudo adequadamente antes de pegar a trilha. Se o caminho de sua escolha tem uma descrição escrita (ou mapa), imprima ou faça uma captura de tela em seu celular; você pode não ter sinal enquanto estiver lá. E, por segurança, sempre diga a alguém para onde você está indo e quando espera voltar.

# O que vestir

Suas roupas não precisam ser extravagantes, apenas confortáveis. Prepare-se para aquecer assim que começar a se mover e planeje remover as camadas de roupas com o passar do tempo. Da mesma forma, pode ficar mais frio ou com mais ventos enquanto você está no local da trilha – especialmente se você estiver subindo uma colina – então amarre uma camada extra em volta da cintura se você começar com uma camiseta. Botas de caminhada são ótimas se você quiser suporte extra para o tornozelo ou se você sabe que vai percorrer um terreno solto e esfarelado. E passe protetor solar!


# O que levar

Há uma grande diferença entre o equipamento que você pode levar para as trilhas e o equipamento que você deve levar por segurança. Mas não importa a distância, você definitivamente vai querer uma garrafa d’água, além de um lanche para as horas de descanso.

# E quanto aos animais selvagens?

Se você tiver a sorte de ver um animal selvagem, mantenha distância, afaste-se lentamente e lembre-se de que eles também estão tentando te evitar.

Quer saber mais sobre aventuras na Grã-Bretanha? Então acesse o site VisitBritain.com ou os perfis @LoveGreatBritain.Br no Facebook e Instagram.

-Publicidade-