Estudante morre após ser atingido por raio durante curso outdoor

Por Outside USA

Estudante morre após ser atingido por um raio durante curso outdoor - Go Outside
Floresta Nacional Bridger-Teton de Wyoming, onde o incidente aconteceu. Foto: Shutterstock

Um estudante da NOLS (National Outdoor Leadership School) de 22 anos morreu após ser atingido por um raio na última terça-feira (2), de acordo com um comunicado da organização. O aluno fazia parte de um curso de educadores ao ar livre que acontecia perto do Lago Enos, na Floresta Nacional Bridger-Teton de Wyoming (EUA).

+ Chile investiga surgimento de cratera enorme perto de mina no Atacama
+ Homem tenta matar aranha com isqueiro e começa incêndio florestal

De acordo com uma reportagem da mídia local, o aluno era John “Jack” Murphy, de Boston, Massachusetts. A família de Murphy divulgou um comunicado ao Jackson Hole News&Guide confirmando a perda.

“Estamos abalados pela dor por termos perdido nosso querido Jack. Jack adorava o ar livre e encontrava paz no esforço físico necessário para escalar um lugar remoto como Enos Lake, tão longe da cidade onde cresceu. Sabemos que em seus últimos momentos ele estava com outras pessoas que compartilhavam sua paixão pelo deserto e ajudar os outros. E ele estava fazendo o que mais amava – estar ao ar livre, maravilhado com a beleza da natureza.”

Outros membros do grupo realizaram RCP por mais de uma hora, mas Murphy morreu no local, de acordo com a NOLS. Um outro estudante foi ferido pelo raio e transportado de avião para Jackson, Wyoming, pelo Teton County Search and Rescue (TCSAR). O estudante sobrevivente está em condição estável.

+ 4 mitos sobre raios e como se proteger ao ar livre

Esta é a primeira fatalidade de um raio na história da NOLS. De acordo com um relatório de gerenciamento de risco de 2019 da Escola, um total de 11 alunos e um instrutor faleceram como resultado de acidentes durante os cursos desde 1966. A renomada escola de educação ao ar livre oferece cursos em todo o mundo, com milhares de alunos todos os anos ingressando em disciplinas como mochilão, escalada, montanhismo, canoagem e programas de liderança, entre outros.

“Este é um dia muito triste para a NOLS, nossos alunos e nossas famílias”, disse a presidente da NOLS, Terri Watson, em um comunicado. “Estendemos nossas mais profundas condolências à família de nosso aluno que faleceu neste curso e estamos focados em apoiar sua família em seu difícil processo”.

De acordo com um comunicado da Escola, “A NOLS está apoiando o aluno ferido, que permanece hospitalizado e em condição estável. O curso permaneceu nas montanhas durante a noite e retornará de sua jornada na quarta-feira, 3 de agosto.” A Buckrail informou na quarta-feira (3) que dois membros adicionais do grupo exigiram uma evacuação aérea do TCSAR devido à “reação emocional aguda”.

Um porta-voz da busca e resgate do condado de Teton disse que o grupo estava no deserto por apenas três dias de uma viagem programada de 30 dias.

-Publicidade-