Homem tenta matar aranha com isqueiro e começa incêndio florestal

Por Isabella Rosario, da Outside USA

Homem tenta matar aranha com isqueiro e começa incêndio florestal - Go Outside
Foto: Shutterstock

Aqui estão algumas dicas de segurança que todo aventureiro deve saber: sempre diga a alguém para onde você está indo, embale camadas extras de roupas e nunca tente matar uma aranha com um isqueiro – você pode iniciar um incêndio.

+ EUA: Moradores dominam e amarram suspeito de provocar incêndios florestais
+ O que fazer em caso de picada de cobra e como prevenir acidentes

Um homem é acusado de ter feito exatamente isso durante uma caminhada a leste de Springville, Utah (EUA), na segunda-feira (1º). Cory Allan Martin, 26, disse à polícia que acidentalmente incendiou alguns arbustos ao tentar queimar uma aranha, informou a ABC4 Utah.

Os policiais também encontraram um pote de maconha entre os pertences de Martin, mas ele não parecia estar chapado, disse o Gabinete do Xerife do Condado de Utah à Associated Press. Martin foi acusado de queima imprudente e posse de maconha e apetrechos de drogas. Se condenado, ele pode pegar até um ano de prisão e uma multa máxima de US$ 2.500 (cerca de R$ 13.000).

O incêndio de Springville se espalhou para cerca de 60 acres e foi contido em 90% na tarde de quarta-feira (3), de acordo com o Utah Fire Info. Equipes de Provo Fire and Rescue, Mapleton Fire e Utah County Fire trabalharam no solo enquanto helicópteros jogavam água no incêndio. Não foram relatados feridos, evacuações ou estruturas danificadas.

“O que o levou a parar decidir tentar queimar uma aranha, não sabemos”, disse o sargento Spencer Cannon, do Gabinete do Xerife do Condado de Utah, à ABC4. “Pode não haver um porquê. Ele pode nem saber o porquê.”

Martin, que foi levado para a prisão do condado de Utah na tarde de segunda-feira, pagou sua fiança. O status da aranha que ele supostamente estava atrás antes de causar o incêndio permanece incerto.

O governador de Utah, Spencer Cox, twittou alguns sábios conselhos em resposta ao incidente, escrevendo: “Hum, não use drogas crianças (e não coloque fogo em aranhas durante uma seca)”.

Quase 85% dos incêndios florestais nos EUA são causados ​​por humanos, de acordo com o Serviço Nacional de Parques. A agência cita fogueiras sem vigilância, mau funcionamento de equipamentos, cigarros descartados e incêndio criminoso intencional como causas comuns. Aparentemente, os queimadores de bichinhos são culpados atípicos.

+ 16 hipóteses caso tudo dê errado durante uma aventura

-Publicidade-