Especial montanhismo: 7 passos para começar a subir montanhas

Por Redação

começar a subir montanhas
Foto: Shutterstock

Você também tem vontade de começar a subir montanhas e contemplar a natureza na sua forma mais pura lá de cima? Então saiba que essa é a melhor época para a atividade no Brasil.

Entre maio e setembro é considerada a temporada de escaladas, porque esse período apresenta clima mais ameno e menor ocorrência de tempestades acompanhadas por raios.

Ou seja, essa é a hora para você começar a se preparar para escalar uma montanha! A prática é realmente especial e traz inúmeros benefícios físicos e mentais.

Aliás, quem começa a se aventurar na modalidade geralmente adota o esporte como estilo de vida e acaba por saborear a vida com mais saúde e história pra contar.

Leia mais

+ A história das pioneiras do Monte Everest

+ Um ano do cume da primeira mulher negra e latino-americana no Everest

+ O que acontece com seu corpo quando você escala o Everest

Vale ressaltar também que a ciência comprova que o montanhismo contribui para a redução da ansiedade, prevenção de osteoporose e ainda mantém o corpo em forma. Mas além dos benefícios corporais, é um esporte que trabalha a superação, ajuda a lidar melhor com obstáculos e, consequentemente, a enfrentar os próprios medos.

Quer saber mais sobre como funciona essa atividade e como começar a subir montanhas? Confira mais detalhes neste guia!

1. Entenda como funciona o montanismo

O montanhismo é um esporte caracterizado pela prática de subir em montanhas a partir da caminhada e escalada. Apesar de ser um esporte que pode ser praticado por qualquer pessoa, é preciso tomar cuidado antes de se aventurar nas montanhas.

Primeiramente, não é de um dia pro outro que conquistamos uma montanha, então vale calcular e planejar a trajetória com muita atenção. Foque também em preparar o corpo e a mente para que tudo flua de maneira segura e divertida.

Depois, busque informação a respeito do grau de dificuldade da trilha, das regras do local, dos equipamentos necessários, além dos vestuários e calçados ideais para o percurso.

O objetivo do montanhismo é chegar no cume da montanha e a missão pode ser bem desafiadora. Isso porque, muitas vezes, o terreno é perigoso e conta com obstáculos que necessitam de muito preparo físico e mental.

Mas todo o esforço é recompensado ao superar os obstáculos do caminho e, principalmente, com a exuberância da vista do topo.

2. Pratique com pessoas experientes

começar a subir montanhas
Foto: shutterstock

Principalmente se você nunca fez muitas trilhas ou nunca subiu uma montanha, fazer o trajeto com pessoas experientes será fundamental. Aliás, mesmo para quem tem experiência, existem muitas montanhas que só podem ser feitas com guias. Não tente ir sozinho ou com quem não conhece aquele lugar.

Esse ponto é fundamental para praticar o montanhismo de forma segura. Lembre-se que imprevistos acontecem e se você não tiver conhecimento do lugar ou experiência, dificilmente conseguirá contornar a situação.

Por isso, pesquise, peça contatos e contrate um guia local. Se você agilizar esse trâmite antes, ele pode te ajudar com muitas questões de planejamento da aventura.

3. Planejamento é a chave

Lembre-se que você começa a subir uma montanha muito antes de colocar os pés nela. Por isso, o planejamento deve ser a etapa mais importante do caminho.

O montanhismo é uma prática imersa na natureza e na vida selvagem, na qual não podemos interferir e nem controlar. Imprevistos podem acontecer e é fundamental estar preparado para lidar da melhor forma com eles.

Depois de escolher uma montanha ideal para o seu nível de experiência, converse com pessoas que já fizeram o trajeto escolhido. Ainda que hoje em dia tenha muita informação em sites, blogs e em toda a internet, não existe nada como conversar com quem já foi e tem história pra contar.

Pergunte sobre o que você pode encontrar na montanha e certifique-se de ter todos os equipamentos e acessórios necessários. Faça anotações e guarde fotos dos lugares que você quer visitar.

4. Faça um check up médico

A atividade é divertida, mas não dá para romantizar. O montanhismo é praticado em regiões de difícil acesso, então a sua saúde precisa estar em dia. Só suba na montanha se estiver se sentindo bem. Sem dor, gripe ou qualquer sintoma desagradável.

Busque acostumar seu corpo com bons hábitos nos dias que antecedem a aventura. Durma cedo, faça uma alimentação balanceada e hidrate-se muito. Ter um estilo de vida saudável com certeza melhora bastante a sua performance.

Se você não costuma praticar nenhuma atividade física ou fica muito cansado em uma subida, passe a praticar exercícios que trabalhem o sistema cardiorrespiratório e inclua uma rotina de alongamentos para mais flexibilidade.

+ Lesões mais comuns em surfistas

5. Tenha os equipamentos necessários

começar a subir montanhas
Foto: shutterstock

Para fazer uma trilha você precisa calcular o peso, mas também não pode deixar faltar itens de necessidade básica e segurança. Então é fundamental fazer um checklist de tudo que você vai precisar para chegar no topo da montanha.

Além da vestimenta adequada que depende do clima da montanha, você precisa de alguns acessórios. Entre eles, mochila, protetor solar, capa de chuva, mapa ou gps, repelente e reservatório para água são fundamentais. Além disso, leve sempre um pequeno kit de primeiros socorros.

Se você for passar mais de uma noite, leve barraca, fogareiro, lanterna e agasalho térmico. Mas lembre-se que isso são dicas gerais e tudo depende muito de qual montanha você vai subir. Também coloque na mochila alguns snacks, castanhas, sementes ou frutas para repor as energias quando necessário, mas não exagere no peso.

6. Use roupa confortável

Como falamos acima, esse ponto depende do clima do destino. No entanto, o ideal para praticar o montanhismo é roupas com tecidos leves e confortáveis. Proteção solar e segunda pele também são peças indicadas, mas atenção porque a vestimenta não pode prender seus movimentos.

Outra dica é evitar roupas na cor preta, porque elas atraem insetos. Lembre-se de se proteger do sol com chapéu, boné ou toca e isso vale mesmo para o inverno e lugares frios.

As roupas dependem da estação e temperatura do local. Mas se estiver frio, leve agasalho. Se o local tiver cachoeira, lagoa ou rio, leve roupa de banho.

Use um tênis ou bota com solado adequado para trilhas. Nem pense em usar sapatos com solado gasto, porque eles vão te fazer escorregar.

As botas de trilha têm a vantagem de também proteger mais os pés de animais peçonhentos, além de ser uma proteção extra contra lesões

Ah! E jamais use um calçado pela primeira vez em uma trilha, porque geralmente leva tempo até ele lacear. Então para evitar bolhas e desconforto, o ideal é usá-lo até você se acostumar com aquela estrutura.

7. Prepare o físico e o mental

Você vai entender o quanto a montanha trabalha o seu lado físico e mental quanto estiver nela. No entanto, para alcançar o seu objetivo, você precisa ter muita disposição e ser muito persistente.

Inclua na sua rotina treinos com aclives, declives e obstáculos. Isso irá trabalhar o seu cardio, além de aumentar o níveis de confiança e melhorar a capacidade de recuperação muscular. É importante ter uma boa resistência.

Já no quesito mental, você deve ter em mente que você seguiu todos os passos de segurança, preparou o corpo e está acompanhado de um guia e, portanto, tem razões suficientes para ter uma atitude positiva. Não pense nas dificuldades e sim que você tem todas as habilidades para superá-las. E por fim, perceba que o caminho tem tanta beleza quanto a chegada e que toda experiência é válida.

-Publicidade-