Começando nos esportes de aventura: como praticar mountain bike

Por Jade Rezende

Como praticar mountain bike
Henrique Avancini na prova de MTB de Tóquio-2020 - Foto: Jonne Roriz/COB

Esporte olímpico desde Atlanta-1996, o mountain bike ou ciclismo de montanha é uma das disciplinas mais radicais do ciclismo. No MTB, os atletas sobem e descem montanhas em estradas de terra, fazendo caminhos mais técnicos. Cadu Polazzo, técnico da Seleção Brasileira da modalidade, explica para a Go Outside o esporte e dá dicas para quem deseja começar a praticar mountain bike. Confira:

+ Mountain bike: 6 dicas para se dar bem na modalidade
+ Começando nos esportes de aventura: como praticar escalada esportiva

A primeira particularidade do MTB é a bike, que leva o mesmo nome da modalidade. Uma mountain bike tem os pneus mais largos e guidões retos. Cadu explica que as bikes de montanha giram em torno de três pilares: peso, dirigibilidade e tipo de pneu. Os três tipos de bicicletas são:

  • Hardtail: tem suspensão apenas na roda da frente. Boa dirigibilidade e é mais leve;
  • Full suspension: tem suspensão nas duas rodas. Fica mais pesada, o que é pior para as subidas, mas as suspensões dão melhor dirigibilidade, conforto e aderência;
  • Rígida: não tem suspensão em nenhuma das rodas. Mais leve e menor conforto e dirigibilidade, já que a bicicleta pula mais.

+ Multicampeão no MTB, Márcio Ravelli apresenta linha de bikes de alta performance
+ Conheça a Turbo Tero, a mountain bike elétrica da Specialized

Categorias do MTB

Existem diversas categorias dentro do mountain bike. Algumas das principais são:

  • Cross country: prática olímpica que tem circuitos com voltas de 4 a 6 km, onde os ciclistas fazem diversas voltas variando entre subidas e descidas íngremes;
  • Downhill: descida em pistas íngremes e mais técnicas, com diversos obstáculos. Os percursos são curtos, normalmente com menos de 4 km;
  • Maratona (XCM): percursos de 80 a 100 km, ou até mais. É praticada em estradas de terra e/ou serras;
  • Short track: percurso curto de até 1,2 km com provas rápidas e intensas;
Como praticar mountain bike
Foto: Shutterstock

Equipamentos para praticar mountain bike

Além da bike adequada, é necessário o uso de capacete. Para quem está começando, basta o capacete comum que protege apenas o topo da cabeça, usado no cross coutry e maratona. Para os praticantes de downhill, o indicado é usar o equipamento que protege toda a cabeça e o rosto, como os de motocicletas.

Equipamentos MTB
Foto: Shutterstock

A roupa indicada para o MTB é a tradicional de ciclismo: camiseta colada, para melhorar a aerodinâmica, bermuda/short de ciclista com “almofadas” para deixar o assento mais confortável, sapatilha com encaixe no pedal, luvas e óculos de proteção.

Como começar no MTB

Para quem nunca teve contato com o mountain bike, Cadu Polazzo indica começar a praticar o MTB em estradas de terra, que exigem um nível de habilidade menor para pedalar. O profissional também frisa que é essencial passar por uma avaliação médica antes de começar o esporte.

+ Melhor resultado do Brasil na mountain bike em Olimpíada empolga mercado
+ Brasil vai sediar etapa da Copa do Mundo de Mountain Bike em 2022

“É importante começar devagar, tanto no nível de inclinação na subida quanto na distância e na técnica”, explica o treinador. “Eu aconselho a primeiro fazer um treino de 30 a 40 minutos em um local plano. Depois, aumentar para 50 minutos, 1 hora e seguir progressivamente, aumentando também os dias de treino na semana.”

“Quando estiver mais habituada, a pessoa também pode começar a pegar subidas leves e depois passar para as mais intensas. Depois de pegar o jeito e conseguir um condicionamento melhor, é possível encarar uma trilha”, explica.

O mountain bike pode ser praticado em trilhas e em locais especializados. O Zoom Bike Park, em Campos de Jordão (SP), por exemplo, oferece aulas tanto para iniciantes quanto para quem já tem experiência no MTB.

Outras opções de locais são o Ravelli Treina em Itu (SP) e o Cantareira Ride, em Mairiporã (SP).

-Publicidade-