Como aumentar a libido: exercícios físicos para aumentar a testosterona

Por Redação

Como aumentar a libido: exercícios físicos para aumentar a testosterona | Go Outside
Foto: Taras Chernus/Unsplash

Se você se pergunta como aumentar a libido, saiba que o seu desejo sexual pode subir (e muito!) com a prática de exercícios físicos. Isso porque a atividade física ajuda na produção dos hormônios sexuais.

+ Alimentos afrodisíacos: 5 alimentos que aumentam a libido
+ O que causa a libido baixa em mulheres e como aumentá-la, segundo especialista

A médica Márcia Simões explica que os hormônios correlacionados com o desejo sexual da mulher são o DHEA e a testosterona. Já no caso dos homens, a libido vem diretamente da testosterona. De acordo com a profissional, ambos podem ser potencializados pela prática de exercícios.

“A atividade física moderada e com intensidade adequada é uma forma de aumentar a libido tanto dos homens quanto das mulheres, já que aumenta a produção hormonal, estimulando a produção de testosterona”, afirma a médica.

Exercícios para aumentar a testosterona

De acordo com Márcia Simões, a musculação é o tipo de exercício que tem maior potencial de aumentar a libido – principalmente os treinos de perna.

Veja algumas opções de exercícios de perna e aparelhos de musculação para aumentar a testosterona e a libido (lembre-se de consultar um médico e um profissional de educação física antes de iniciar a musculação):

  • Leg press;
  • Cadeira extensora;
  • Cadeira flexora;
  • Máquina adutora;
  • Agachamento squash;
  • Afundo alternado com kettlebell;

+ Treino de perna e glúteo: exercícios combinados sem equipamento
+ Confira 3 agachamentos com faixa elástica para pernas mais fortes

Libido e disposição

Além das questões hormonais, a atividade física também contribui para um organismo mais disposto, o que ajuda diretamente no aumento do desejo sexual, já que a libido também tem relação com a parte emocional da pessoa, como explica Márcia.

“De repente a relação com a/o parceira(o) não está lá aquelas coisas ou a pessoa teve um dia muito cansativo, estressante. Assim, ela não vai chegar a noite com uma super vontade de ter uma relação sexual, por mais que os hormônios estejam bons. Se ela se exercitar e oxigenar o seu corpo como um todo, a pessoa terá mais energia e disposição no dia a dia”, explica Márcia.

+ Xapa Xana: conheça o lubrificante de maconha que virou moda no Brasil

“Então essas duas coisas têm que andar em conjunto: o corpo precisa estar legal em relação à saúde, com a reposição e produção hormonal, e a parte emocional também deve ser trabalhada”, completa.

Mas lembre-se: tudo em excesso faz mal. A médica explica que exercícios extenuantes podem diminuir a libido. Se você realiza exercícios exaustivos constantemente, o seu corpo vai precisar apenas de descanso – e dará um tchau tchau para a libido.

-Publicidade-