Brasileiro faz viagem de 10 minutos ao espaço

Por IstoÉ

viagem ao espaço
Foto: reprodução

O engenheiro de produção Victor Hespanha se tornou o segundo brasileiro a fazer uma viagem ao espaço e o primeiro turista espacial do país, ao participar do voo da companhia Blue Origin no último sábado, (4). Acompanhado de cinco pessoas, o mineiro participou da missão NS-21, voo suborbital da companhia do bilionário Jeff Bezos, fundador da Amazon.

Leia mais

+ Turismo espacial: Primeiro hotel no espaço deve inaugurar em 2025
+ NASA consegue extrair som provocado por buraco negro no espaço; ouça
+ Como será a onda de Nazaré vista do espaço?

O primeiro brasileiro a viajar ao espaço foi o astronauta profissional e atual ministro de Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, que foi à Estação Espacial Internacional em 2006.

A decolagem do foguete reutilizável New Shepard ocorreu às 10h26 (horário de Brasília), na cidade de Van Horns, no estado americano do Texas. O voo durou cerca de dez minutos e alcançou a velocidade máxima de 3,7 mil quilômetros por hora. A cápsula com os seis passageiros pousou no interior do Texas por volta das 10h40 (horário de Brasília).

Victor ganhou a viagem espacial em um sorteio entre os compradores de um token não-fungível (NFT), espécie de assinatura digital para objetos e arquivos virtuais. Ele desembolsou cerca de R$ 4 mil, usando criptomoedas.

O voo também incluiu a engenheira Katya Echazarreta, que se tornou a mais jovem mulher americana a chegar ao espaço, com 26 anos. Nascida em Guadalajara, ela também se tornou a primeira mulher nascida no México a ir ao espaço.

Também estiveram a bordo os empresários Hamish Harding, Jaison Robinson, Victor Vescovo e Evan Dick.

Dick também participou do terceiro voo da Blue Origin em dezembro.

Decolagem

Este foi o quinto voo espacial da empresa Blue Origin. A nave sobe até um pouco acima da chamada Linha de Karman, a 100 quilômetros de altitude, definida como início do espaço sideral, e depois volta à Terra. Durante a descida, os passageiros têm a sensação de gravidade zero.

A nave não precisa de piloto para ir ao espaço. A decolagem ocorre na vertical, com a cápsula com os passageiros sendo lançada por um foguete.

Três minutos depois do lançamento, o foguete se separa do módulo, que segue em direção à Linha de Karman. As duas embarcações retornam à Terra e podem ser usadas em outras missões.

Turismo espacial

Este voo estava programado para 20 de maio, mas foi adiado devido a uma falha técnica no foguete. A Blue Origin não deu detalhes sobre o problema.

A Blue Origin é uma empresa líder no nascente mercado de turismo espacial. Ela levou Bezos em seu primeiro voo tripulado em julho de 2021 e também o ícone da franquia Star Trek William Shatner e Laura Shepard Churchley, filha do primeiro americano no espaço.

O concorrente da Blue Origin para esse tipo de missão é a Virgin Galactic. Mas desde sua viagem inaugural em julho passado carregando seu fundador, o magnata dos negócios Richard Branson, a espaçonave permaneceu no solo para passar por modificações.

-Publicidade-