Aprenda de uma vez por todas como acumular e usar milhas

Por redação

milhas
Além de passagens de avião, você pode trocar as milhas por aparelhos celulares, reservas em hotéis e outros produtos - Foto: Shutterstock.com

Você também ouve falar de milhas e não sabe como funciona? De fato, esse universo ainda é um mistério para muita gente. Mas com certeza você conhece alguém que já viajou de graça e aproveitou as vantagens que as milhas podem oferecer.

+ Como evitar enjoo em viagem de ônibus, carro, avião e navio

+ O checklist obrigatório para seu mochilão antes de viajar

+ Tendências do turismo 2022: Veja 5 lugares para viajar no Brasil

Aliás, é capaz que você até acumule pontos, mas até hoje não teve paciência para entender como funciona, né? Mas saiba que se você tem pontos, você pode trocar por milhas!

Pensando em facilitar o processo de entendimento sobre o assunto, preparamos um guia prático para te ajudar a acumular e fazer um melhor uso para as trocas por vantagens!

Por onde começar?

As milhas são uma forma de fazer com que uma parte do dinheiro que você gasta no dia a dia volte em forma de viagens, entretenimento, compras e outros benefícios. O primeiro passo para começar a acumular é se cadastrar em um ou mais programas. Os mais conhecidos e usados são os programas de fidelidade ligados às companhias aéreas, como MultiplusSmiles e TudoAzul. Também existem serviços, como Livelo e a Dotz, que não são diretamente ligados a nenhuma companhia mas permite a emissão de passagens aéreas, além de outros serviços. Além disso, vale a pena conferir os programas dos postos como, por exemplo, o Km de Vantagens Ipiranga e Shell, que convertem os gastos com combustível e lojas de conveniência em pontos!

Qual programa escolher?

Priorize aqueles programas que tem parcerias com empresas que você costuma consumir. Companhias aéreas, farmácias, lojas online, postos de gasolina, estacionamentos e cinema são algumas das opções de serviços que você pode querer trocar as suas milhas. Outro ponto importante é verificar quais programas oferecem as melhores condições de resgate de descontos de passagens aéreas ou produtos e serviços que você tenha interesse. Pesquise no site dos programas de fidelidade como funciona o custo do resgate das milhas. Pode parecer complexo, mas a melhor opção é ir atrás daqueles que são mais vantajosos para o seu perfil de consumo. Pouco a pouco, você se familiariza com as opções disponíveis e seus preços em milhas ou pontos.

Como conseguir os pontos ou milhas?

Logo quando surgiu esse negócio de milhas, a única forma de acumular era ao comprar passagens de avião. Essa ainda é uma forma viável, basta inserir o seu número de fidelidade ou o CPF no momento do check-in. No entanto, hoje a forma mais comum de ter milhas é por meio do cartão de crédito. Para isso, entre em contato com a sua instituição financeira ou pesquise as vantagens da concorrência de cartões dentro da sua faixa de renda. Ao consumir com o cartão, você soma pontos e troca por milhas. Mas preste sempre atenção na anuidade, afinal de nada adianta acumular mais pontos se a taxa para mantê-lo é absurda. A rede de parceiros também pode ser uma boa forma de adquirir vantagens. Quando você se cadastra no programa de fidelidade, ao consumir em empresas parceiras do programa escolhido, como por exemplo redes de farmácia ou posto de gasolina, você também soma pontos. Além disso, é possível acumular através de reservas de hotéis. Geralmente, para isso, ao reservar estadias em sites como Booking é preciso usar os links dos programas escolhidos. A última forma é através dos Clubes de Milhas, como Clube Multiplus, Clube Smiles, Clube TudoAzul e Clube Dotz. Neles você paga uma mensalidade que dá direito a uma determinada quantidade de pontos ou milhas a cada mês, além de uma maior validade dos pontos e acesso à promoções exclusivas. Mas atenção, não use essa opção se você não tiver um objetivo claro de uso dos pontos e milhas. 

Como eu transfiro os pontos do banco?

Cada banco tem suas regras para transferência de pontos. Dessa forma, o melhor jeito é conferir as informações no site ou entrar em contato com a central de atendimento do cartão de crédito. Mas lembre-se que há um mínimo de pontos que devem ser acumulados antes de poder fazer qualquer transferência. A transferência pode ser feita pela internet ou pela central de atendimento do cartão e, em geral, demora entre 1 a 3 dias para os prontos serem creditados no programa de fidelidade.

Quais vantagens eu posso ter ao usar os pontos?

Sabe aquele amigo que viajou de graça com milhas? Então, o mais comum realmente é resgatar passagens aéreas e ter a oportunidade de andar de avião pagando apenas a taxa de embarque ou nem isso! No entanto, você pode trocar por vários outros serviços e produtos, como celular, roupa, tênis, diárias de hotéis e etc. Antigamente, não valia a pena fazer a troca por produtos e serviços, porque acabava custando muitos pontos. Mas hoje em dia é possível encontrar boas oportunidades de negócios também nesses setores!

Existem riscos nos programas de fidelidade?

Basicamente o único risco existente hoje em dia é o roubo de milhas feito por quadrilhas especializadas nesse mercado. No entanto, se você não compartilhar sua senha, não logar em redes pouco seguras, não clicar em links suspeitos, não expor e nem informar dados pessoais, muito dificilmente isso poderia acontecer. Outra atenção que você deve ter é com relação as mudanças nas regras dos programas, que podem desfavorecer o resgate, o acúmulo ou alterar a forma e o custo de emissão das passagens, por exemplo. Além disso, não se esqueça que existe validade para usar os pontos e esse prazo varia de acordo com o programa.

-Publicidade-