6 dicas para você economizar com a corrida

Da Runner's World

Foto: ShutterStock

Correr geralmente não pesa no bolso – tudo o que você precisa é de um bom par de tênis e roupas adequadas. Mesmo assim, algumas compras sábias podem te ajudar a expandir seus limites e a melhorar seu desempenho. “Quando se gasta uma grana em algo que se curte, como a corrida, normalmente isso nos deixa mais motivados. Porque dá aquela vontade de usar a roupa ou o equipamento novo logo, e aí os retornos dos gastos acabam aparecendo”, diz Eric Anish, professor de medicina e cirurgia ortopédica da Universidade de Pittsburgh, nos EUA. Portanto, separe uma verba para investir no seu esporte e siga as nossas dicas para economizar com a corrida.

1 – Diário de treino

Certamente já existe um aplicativo para isso, mas nada supera um diário de papel, que resistirá ao tempo e às mudanças de smartphones. Depois de cada corrida, anote os detalhes sobre seu ritmo, o percurso e como você está se sentindo. “Além de te ajudar a se manter motivado, trata-se de uma ótima ferramenta para analisar a evolução dos treinos”, diz a norte-americana Janet Hamilton, treinadora de corrida e fisiologista do exercício. Por exemplo, se você está tentando avaliar como se machucou, cheque seu diário para descobrir pistas. O mesmo vale quando for a hora de tentar bater seu recorde pessoal. esse tipo de insight permite você economizar com a corrida poupando muita fisioterapia e ou analisando erros recorrentes.

2 – Halteres e bolsa suíça

Fugir do treino de força pode ser um grande erro a longo prazo, já que um corpo enfraquecido e pouco estável pode levar a uma lesão, avisa o médico Eric Anish. Use a bola suíça para trabalhar o abdômen, os glúteos, o quadril e os músculos paravertebrais com exercícios como pranchas e flexões de braço com as pernas sobre a bola. O médico também sugere investir uma grana em halteres. “Treinos de força ajudam a melhorar nossa eficiência e economia de energia durante a corrida, e o trabalho com halteres fortalece diferentes grupos musculares.”

3 – Inscrição em prova

“Corredores tendem a se sentir bastante motivados quando se impõem objetivos”, diz Janet Hamilton. “E uma das metas mais estimulantes é fazer inscrição para uma prova e dizer a si mesmo: ‘Estarei lá na linha de largada’.” Para escolher a competição certa, certifique-se em que nível de condicionamento você está e o tempo que realmente conseguirá dedicar-se aos treinos. Você provavelmente completará uma meia-maratona se conseguir correr 40 km por semana por pelo menos 2 meses, ou uma maratona se treinar de 40 a 48 km por semana por pelo menos 6 meses.

Leia mais:
Mais horas dormindo, menos chance de lesões
8 dicas para acordar cedo para pedalar

4 – Matrícula em uma academia

A maioria das academias conta com boas esteiras que permitem que você corra com conforto, longe do calor muitas vezes desanimador do verão ou ainda das chuvas que podem cancelar os treinos. Aparelhos de cardio, como bicicletas ergométricas, transports e simuladores de escada – assim como equipamentos para treinos de força –, também darão uma mãozinha para melhorar sua corrida. “Esse tipo de exercício pode ser valioso nos dias em que você não corre ou como treino complementar nos dias em que corre”, diz Eric – e eles são decisivos se você está machucado e não pode correr no asfalto.

5 – Um técnico

Um treinador (personal ou de uma assessoria) pode não apenas te incentivar quando baixa um desânimo para treinar como também esclarecer dúvidas impor-tantes para você continuar melhorando na corrida. Não é barato, é fato, mas será uma grana bem investida se você planeja dar um salto qualitativo em sua corrida em poucos meses.

6 – Viaje para correr

Comprar passagem para uma viagem pode render meses de motivação. Você não vai economizar com a corrida diretamente, mas certamente vai investir de uma forma que traz alto retorno. Entenda:

Destino — corrida
Comprar uma passagem de avião para fazer uma prova em outro lugar ajuda muito a não cabular os treinos. Se você curte aventura, opte por destinos mais exóticos, mas antes de escolher sempre leve em consideração o terreno, a altitude e o clima.

Training camp
Nada como passar uns dias totalmente focado em seu aprendizado na corrida, seja nas montanhas ou perto da praia. Os training camps costumam oferecer palestras sobre nutrição, biomecânica e preparação mental.

Corrida dos sonhos
Não está a fim de participar de uma prova? Planeje, então, uma viagem para lugares consagrados de provas, como a Maratona de Nova York (EUA) ou de Buenos Aires (ARG). E corra lá sozinho ou com amigos.

Leia também:
Como realmente acelerar seu metabolismo
Pode fazer musculação e aeróbico no mesmo dia?
7 exercícios para aliviar a dor no joelho