100 cidades da Europa devem se tornar carbono neutro até 2030

carbono
Foto: fokke baarseen / Shutterstock.com

Com o intuito de evitar o pior das mudanças climáticas, cada vez mais entra em debate as questões sobre a importância de tornar as áreas urbanas mais sustentáveis e verdes. Até porque 75% da população mundial vive em cidades.

+ Novo dirigível terá baixa emissão de carbono e vista panorâmica

+ Saiba como começar a reduzir o uso de plástico no dia a dia

+ 4 destinos para pedalar e surfar no mesmo dia

E como, definitivamente, chegamos ao ponto de eliminar as emissões de carbono nas regiões de maior impacto, a União Europeia abriu as portas para lidar com esse importante compromisso.

Na semana passada, a Comissão Europeia (que faz parte da União) anunciou a meta de tornar 100 cidades da Europa neutras em carbono até 2030, o que significa que caminharemos para equilibrar a enorme quantidade de dióxido de carbono que elas liberam.

O objetivo é grande e desafiador, mas é a única forma de evitar o tal do ‘apocalipse’ climático. Dessa forma, 377 cidades em todo o sindicato se inscreveram para participar, sendo que 100 foram aprovadas para o financiamento extra associado ao projeto.

As cidades estão espalhadas pelos 27 países membros da UE. Além disso, a lista conta com alguns dos mais famosos destinos do continente e inclui 12 capitais. São exemplos, Paris, Madri, Dublin e Amsterdã.

Para alcançar o objetivo, esses locais adotarão diversas medidas. A partir de novas abordagens de descarbonização em vários níveis, serão implementadas iniciativas que visam envolver as pessoas no conceito de vida ecologicamente correto, além de estratégicas sustentáveis de fornecimento de energia, transporte e construção.

No entanto, o intuito do projeto vai além de tornar essas cidades neutras em carbono. A ideia é transformá-las em exemplos prósperos de centros de inovação para todo o continente. A partir daí, todas as cidades europeias podem seguir os mesmos caminhos e se tornarem livres de carbono até 2050.

Quer saber mais? Veja a lista completa das cidades participantes no site da Comissão Europeia aqui.

 

-Publicidade-