7 dicas para atletas vegetarianos

Maior consumo de vegetais pode ser benéfico aos treinos (até para quem não quer abandonar a carne por completo)

(Foto: Liz West/Flickr)

Pelo corredor Scott Jurek, para a Runner’s World

1 Mapeie sua dieta

Você não precisa mudar completamente sua dieta para fazer a transição para um estilo de vida mais natural. Comece ma­peando os alimentos que já consome: quais são os macronutrientes (carboi­dratos, proteína e gordura) e micronutrientes (vitami­nas e minerais)? Substitua produtos de origem animal por outros de origem vegetal que tenham perfil nutricional semelhante, prestando atenção aos mi­cronutrientes que são mais facilmente encontrados em fontes animais, como vitamina B12, ferro, zinco e cálcio.

2 Explore o supermercado

Desafie a si mesmo a provar uma fruta, legume ou outro alimento vegetal novo a cada semana. Isso vai obri­gá-lo a sair da zona de con­forto (de um jeito positivo) e permitir que experimente receitas diferentes.

3 Misture tudo

“Mas e a proteína?” Há uma razão para vegeta­rianos e veganos ouvirem essa pergunta o tempo todo: produtos de origem animal contêm todos os nove aminoácidos essen­ciais necessários para a construção de proteínas. Fontes vegetais? Apenas quinoa e soja oferecem isso. Para incluir a dose su­ficiente de proteínas com­pletas na dieta, combine alimentos diversos: feijões e arroz, lentilha e grão-de-bico com substitutos da carne, como tofu e seitan (espécie de carne feita com a proteína do glúten).

4 Sem carne, por favor!

Não me tornei vegetariano da noite para o dia. Dê pequenos passos. Escolha uma refeição na semana para ser vegetariano – ou um dia inteiro se quiser se arriscar mais, como a segunda-feira sem carne. Se não acredita (ainda) nas suas habilidades culiná­rias vegetarianas, recorra aos profissionais. Peça a opção vegetariana no res­taurante a fim de expandir seu paladar e pense em novas ideias para seus próprios menus.

5 Prepare com antecedência

Quando você está cansado ou sem tempo, é fácil retor­nar aos hábitos alimentares de antes. Reserve uma hora no fim de semana para pre­parar uma grande salada ou prato à base de vegetais e separe em porções para o almoço e o jantar ao longo da semana.

6 Seja malandro

Se você não ama vegetais, não se preocupe: boa parte dos vegetarianos não é 100% fã deles também. Acres­cente folhas verde-escu­ras, como espinafre, couve ou rúcula, no seu suco matinal. Você vai ingerir uma boa dose de fibras, cálcio e folato, e a fruta vai mascarar o sabor.

7 Aventure-se

Graças aos pratos étnicos que existem nos livros de culinária, é possível garimpar um mundo de novos sabores. A grande variedade de temperos e os diferentes modos de preparo mantêm tudo mais fresco e criativo.

COMPARTILHAR