Entenda de uma vez por todas se treinar em jejum queima mais gordura

queima mais gordura
Treinar em jejum pode queimar mais gordura, mas é preciso entender bem como fazê-lo - Foto: Shutterstock

É verdade! Fazer exercícios físicos em jejum aumenta a queima de gordura. Segundo estudos da Universidade de Bath, na Inglaterra, treinar com o estômago vazio pode fazer você queimar até o dobro de gordura quando comparada com a atividade após a alimentação. No entanto, é preciso ficar atento, porque o hábito de treinar cardio em jejum pode trazer alguns prejuízos e, inclusive, provocar o efeito reverso.

+ Você sabia que é possível queimar calorias durante o sono?

+ Fungo da candidíase pode causar sintomas semelhantes aos do Alzheimer

+ Teco Padaratz fala sobre eleição da CBSurf e próximos passos

A alimentação funciona como o combustível para o nosso corpo ter forças para realizar qualquer atividade que seja, desde a respiração até exercícios físicos mais complexos, como a corrida. Durante o processo de digestão, o corpo transforma o alimento em pequenas moléculas. A principal delas é a glicose, que é a responsável por suprir nossas necessidades energéticas diárias.

No entanto, também é possível conseguir energia por meio da quebra de gordura e é exatamente isso que acontece quando estamos de jejum. Durante uma atividade física, o corpo necessita de muita energia e, portanto, a queima de gordura é acelerada. As células adiposas são quebradas e geram energia para o treino, além de manter as funções vitais.

Mas preste atenção! O treino frequente de estômago vazio pode trazer prejuízos à saúde e causar justamente o efeito contrário. Isso acontece, porque quando estamos com a sensação de fome, nosso corpo tende a guardar calorias – já que ele não sabe quando a refeição virá. E quando nos alimentamos, o corpo também guarda calorias (em forma de gordura) como reserva para o próximo período de fome. Dessa forma, todo a gordura que a pessoa perdeu durante o exercício, é reposta pela alimentação.

Além disso, obter energia por meio da queima de gordura é mais demorado. Quando se começa um exercício físico em jejum, o corpo demora muito mais para conseguir a energia necessária. Isso significa que certamente o cansaço vem mais rápido, mesmo em um treino de baixo rendimento. Também existem estudos que comprovam: fazer exercício físico alimentado, geralmente diminui o apetite para as próximas refeições.

Pessoas que treinam com o intuito de ganhar músculo também podem sentir o efeito reverso de treinar com estômago vazio. Isso acontece, porque junto com a gordura que o corpo queima para produzir energia para a atividade, ele também utiliza da própria massa muscular. Dessa forma, ao invés dos músculos crescerem, eles diminuem.

 

-Publicidade-