Quais são os tipos de iogurte e qual é o mais saudável?

No café da manhã ou em um lanche da tarde, o iogurte é uma boa opção para manter uma dieta equilibrada. No entanto, vemos por aí diversos tipos de iogurte e podem surgir dúvidas das diferenças entre eles e qual o melhor para cada organismo. A principal diferença entre os tipos de iogurte é o processamento realizado na indústria alimentícia.

+ Iogurte, chucrute, kombucha: veja tudo sobre fermentados
+ Quer aumentar os músculos? Coma estes sete alimentos

Entenda como são feitos os tipos de iogurte:

Tipos de iogurte

Iogurte natural ou integral

O iogurte natural ou integral é feito com o leite integral e fermentos lácteos (bactérias benéficas) sem nenhuma mudança em sua composição.

Iogurte desnatado

No desnatado há uma redução de gorduras, assim como no leite desnatado, favorecendo seu consumo para quem deseja emagrecer ou para aqueles que tenham colesterol alto.

Iogurte light

O iogurte lighttem redução de 25% no valor de algum nutriente, que pode ser o valor calórico, carboidratos, lipídios e proteínas, quando comparado ao mesmo produto na versão original.

Iogurte grego

Esse tipo de iogurte traz uma textura mais cremosa que o iogurte comum, um sabor mais leve e menos ácido, já que no seu processamento, o soro do leite é removido. Em algumas versões são acrescentadas caldas de frutas, chocolate e açúcar, tornando-o mais calórico.

Segundo a nutricionista Ellen Silva, consultora da loja Açaí 61, o iogurte grego pode ser consumido a qualquer hora do dia com diferentes acompanhamentos. “Normalmente, os cremes de frutas são preparados com creme de leite, leite condensado e iogurte, o que aumenta o valor calórico. O creme de frutas, quando preparado com o iogurte grego tradicional ou o caseiro, valoriza todos os benefícios dele e se torna uma opção mais saudável”, explica.

Tipos de iogurte: Benefícios

Ellen destaca que o iogurte é fonte de probióticos, bactérias benéficas que auxiliam na saúde intestinal, fortalecendo o sistema imunológico no combate às bactérias ruins. São uma excelente fonte de cálcio, o que ajuda na prevenção de osteoporose em adultos. Rico  em proteínas, são fundamentais na formação e reestruturação dos músculos, órgãos e tecidos. E ainda auxilia no processo de emagrecimento, já que aumenta a saciedade e diminui a vontade de comer.