Suco de cereja ajuda a recuperação muscular?

Por Alex Hutchinson, da Outside USA

Suco de cereja ajuda a recuperação muscular? - Go Outside
Foto: Shutterstock

Alguns estudos já sugeriram que suco de cereja azeda acelera a recuperação muscular pós-exercício, mas outras pesquisas ainda não encontraram nenhum benefício. Com isso em mente, vamos tentar resumir o panorama atual dos estudos sobre o assunto e, em seguida, oferecer alguns pensamentos sobre por que os atletas podem – e talvez devam – permanecer hesitantes.

+ Quatro bebidas fáceis e práticas que ajudam na recuperação física
+ 5 frutas para dar um gás na sua performance esportiva

O melhor lugar para começar é uma meta-análise publicada no ano passado no International Journal of Sport Nutrition & Exercise Metabolism por Jessica Hill da St. Mary’s University e seus colegas. A equipe de Hill combinou os resultados de 14 estudos com um total de 303 indivíduos, analisando a recuperação de exercícios extenuantes. Eles encontraram evidências de um “pequeno efeito benéfico” na dor muscular, um “efeito benéfico moderado” na recuperação da força muscular e efeitos mistos nos marcadores sanguíneos de dano e inflamação muscular.

Isso soa muito bem, mas se você analisar os resultados dos estudos individuais, encontrará muitos resultados agrupados em torno de zero e alguns valores discrepantes – geralmente aqueles com as maiores barras de erro – com uma inclinação fortemente positiva. Não me traz muita confiança.

Para resumir, essa meta-análise não eliminou meu ceticismo quando foi publicada no ano passado. O que me chamou a atenção, em vez disso, foi uma revisão mais recente no Scandinavian Journal of Medicine & Science in Sports de Malachy McHugh, do Nicholas Institute of Sports Medicine and Athletic Trauma, em Nova York.

Há um mal-entendido importante que pode explicar alguns dos resultados mistos do estudo, diz McHugh: o suco de cereja é realmente uma bebida de “pré-recuperação” e não de recuperação. Leva vários dias de suplementação para construir suas defesas contra danos musculares induzidos pelo exercício, portanto, é improvável que tomar suco de cereja após o exercício ajude.

As antocianinas do suco de cereja e a recuperação muscular

Essa foi a ideia que me chamou a atenção e, finalmente, me inspirou a mergulhar na literatura do suco de cereja. O ingrediente chave nas cerejas ácidas são suas antocianinas, que são responsáveis ​​pela cor vermelha, azul e roxa das cerejas, mirtilos, uvas e vários outros alimentos. As antocianinas têm propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, e é por isso que elas podem ajudar o corpo a lidar com o forte impacto oxidativo e inflamatório do exercício intenso.

De acordo com uma pesquisa com atletas de 15 países em 21 esportes publicada no ano passado, 22,6% dos entrevistados usaram ou estavam usando suplementos de suco de cereja. Eu seria cauteloso ao levar esse número muito literalmente, porque quando um grupo de pesquisadores de suco de cereja recruta assuntos “por meio de mídias sociais e cartazes”, você deve se perguntar se as pessoas que eles alcançam podem ter mais probabilidade do que a média de ter ouvido falar de suco de cereja.

Mas novos estudos continuam aparecendo. Houve um publicado ainda este mês da Universidade de Exeter que mostra uma boa melhora na recuperação da força pós-exercício após sete dias de carregamento de concentrado de cereja azeda. Outros estudos publicados este ano analisam a fadiga mental e o humor, a pressão arterial e o controle do açúcar no sangue.

É fácil ficar animado com os benefícios potenciais, mas os resultados gerais permanecem teimosamente ambíguos. E também há questões metodológicas: por exemplo, alguns estudos exigem que os participantes limitem o consumo de alimentos ricos em antocianinas nos dias que antecedem o experimento. Talvez uma dieta equilibrada normal lhe dê todas as antocianinas que você pode usar, e os benefícios só aparecem se você criar uma escassez artificial.

Mesmo que as evidências fossem claras de que o suco de cereja acelera a recuperação muscular, há uma questão mais fundamental. As antocianinas se encaixam em um corpo maior de pesquisas sobre antioxidantes e exercícios que permanecem altamente controversos, como explica uma revisão recente. Tal como acontece com o suco de cereja, há algumas evidências sugestivas, mas ambíguas, de que os antioxidantes em geral podem ajudar na recuperação.

+ Cúrcuma é uma poderosa aliada à recuperação pós-treino; conheça seus benefícios

Mas há um fluxo paralelo de pesquisas sugerindo que os suplementos antioxidantes interferem nos ganhos que você normalmente obteria do treinamento aeróbico e de resistência. As espécies reativas de oxigênio que produzem danos oxidativos também são importantes moléculas sinalizadoras, dizendo ao corpo para se adaptar e ficar mais forte em resposta ao exercício. Neutralize-os com antioxidantes e você poderá se sentir melhor amanhã, mas estará menos em forma na próxima semana ou no próximo mês.

Para ser claro, a relevância prática desta pesquisa ainda está sendo debatida. Uma escola de pensamento argumenta que você deve usar antioxidantes antes de grandes competições, quando a recuperação é sua principal prioridade, mas evite-os durante o treinamento pesado, quando o objetivo principal é o ganho de condicionamento físico. Isso soa como uma boa ideia em teoria, mas não acho que alguém tenha demonstrado que isso leva a um melhor desempenho no mundo real.

Afinal, devemos acreditar que suco de cereja ajuda na recuperação muscular?

O problema com a pesquisa de suco de cereja, generosamente financiada pela indústria de cereja, é que há pouco incentivo para analisar o potencial de efeitos negativos indiretos. Percebo que há uma pegadinha para as empresas de suplementos: se elas não financiam pesquisas, são criticadas por vender produtos não científicos; se eles financiam pesquisas, são criticados por enviesar a literatura. Então, para constar, acho ótimo que os produtores de cereja financiem bons estudos independentes, mesmo que os resultados não tenham me conquistado.

Eu também sou um grande fã de cereja. Mas para mim, há um grande passo entre consumir um alimento e consumir um extrato processado ou concentrado desse alimento com o objetivo de aumentar o desempenho. Para dar esse salto, gostaria de ver evidências claras e inequívocas de que você ganha mais do que perde – e em relação ao suco de cereja azeda e recuperação muscular, ainda estou esperando.

-Publicidade-