Skate, escalada e surf são confirmados nas Olimpíadas de Los Angeles 2028

Skate, escalada e surf são confirmados nas Olimpíadas de Los Angeles 2028 | Go Outside
Foto: Wander Roberto/COB

Surf, skate e escalada esportiva, que estrearam na Olimpíadas de Tóquio, foram incluídos no programa inicial dos Jogos de 2028 de Los Angeles, comunicou o Comitê Olímpico Internacional (COI) na última quinta-feira (9).

+ Começando nos esportes de aventura: como praticar escalada esportiva
+ Na rocha pura: Anderson Lima conquista os 335m da via Evolução sem equipamento

Contudo, outras modalidades, como o levantamento de peso, boxe e pentatlo moderno não entraram na lista inicial de 28 esportes e precisam atender critérios em 2023 para serem incluídos, disse o presidente do COI, Thomas Bach, em coletiva de imprensa virtual no final de uma reunião do conselho executivo da entidade.

Uma sessão do COI marcada para fevereiro aprovará o programa inicial. Os três esportes não incluídos poderão ser reintegrados na sessão do COI de 2023.

O surf, o skate e a escalada foram um grande sucesso entre os espectadores jovens nos Jogos de Tóquio, realizados em 2021 por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19) – e devem manter o ritmo nas Olimpíadas de Los Angeles. Eles já constam da programação da Olimpíada de 2024 (Paris).

A exclusão foi um golpe duro para o levantamento de peso e o boxe, já que suas federações internacionais sofrem com problemas de governança, financiamento e corrupção e foram alertadas várias vezes pelo COI a passarem por reformas ou correrem o risco de perderem suas vagas no programa olímpico.

O pentatlo moderno, parte dos Jogos durante mais de um século, precisa apresentar planos para uma substituição das provas de hipismo por causa de um escândalo durante os Jogos de Tóquio, quando um cavalo foi golpeado por uma treinadora.

Mas, voltando ao surf, após Los Angeles, a modalidade também terá motivos para estar otimista quanto à inclusão olímpica em 2032, uma vez que as olimpíadas serão realizadas na cidade australiana de Brisbane, Austrália.

Com informações de Agência Brasil.

-Publicidade-