Procon notifica aéreas para explicar aumento no preço de bagagem despachada

Gol retomará voos para EUA em maio e vê alta das viagens de negócios
Foto: Shutterstock

O Procon de São Paulo notificou as companhias aéreas Latam, Gol e Azul para explicarem os aumentos nas taxas de despacho de bagagem. As empresas deverão se esclarecer até o dia 12 de abril.

+ Avião desaparecido na Argentina: buscas seguem por terra e na água

+ Homem corre meia-maratona empurrando carrinho com quíntuplos e busca Guinness

+ Waterwoman por natureza: os treinos da remadora brasileira Aline Adisaka

Segundo o órgão, as companhias terão que explicar exatamente o que compõe o valor da taxa de despacho de bagagem e quais itens serão cobrados do consumidor. As cobranças deverão ser discriminadas individualmente.

Além disso, o Procon também pede informações sobre a relação de custo administrativo e custo de transporte que vão sofrer a aplicação do aumento.

Taxas de bagagem despachada

As três maiores companhias aéreas do Brasil reajustaram o valor das bagagens despachadas para voos nacionais e internacionais. Na Azul, o ajuste está em vigor há um mês, na Latam, desde o dia 14 de março e na Gol, desde a última terça-feira (5).

Segundo a Gol, o aumento se deve “ao atual cenário de aumento de custos na aviação comercial, e ainda como forma de adequação aos valores praticados pelo mercado”. Para despachar uma bagagem, agora o passageiro paga pelo menos R$95. Na Azul, a taxa passou de R$80 para R$90 em voos nacionais. Já na Latam, o valor mais baixo é R$75.

-Publicidade-