Nova série do travel box brazil, ‘Travessias’ valoriza natureza e interatividade com habitantes ao redor do mundo

série travessias
Arashiyama Bamboo Groves, um dos principais pontos turísticos de Kyoto, no Japão: “Ficar em meio a esses altos caules de bambu é como estar em outro mundo”. Foto: Divulgação.

Contemplar cenários exuberantes e conhecer culturas costumam ser premissas de uma boa viagem. Na série “Travessias”, realizada em tom documental pela produtora Pata Negra, um trio de profissionais, o cineasta Gilson Vargas e os diretores Bruno Polidoro (fotografia) e Gabriela Bervian (som), reforça essa ideia em jornadas imersivas pelo planeta. Eles utilizam diversificados meios de locomoção para valorizar o contato com a natureza e a interatividade com os habitantes de cada localidade. A estreia ocorre no dia 1º de fevereiro, exclusivamente no canal Travel Box Brazil.

Leia mais:

+ The Climb: veja o trailer do reality show de escalada estrelado por Jason Momoa

+ 3 novas séries de aventura que estão disponíveis na Netflix

+ A história dos amigos que viajam pela América Latina de patins

Nessa primeira temporada, os 28 episódios percorrem cinco continentes, 11 países e mais de 80 cidades. São seis grandes travessias utilizando diferentes meios de transporte por terra e água, em uma mistura de viagem, aventura e cultura.

Sempre mantendo tom documental, a série percorre 6.600 quilômetros entre Andes, Patagônia e Terra do Fogo, na Argentina e no Chile; 10 mil quilômetros entre Rússia, Mongólia e China; e outros 10 mil quilômetros cruzando os Estados Unidos de costa a costa – passando por 22 estados norte-americanos. Ainda por terra e água a série passa pela Tanzânia e Zanzibar para chegar ao Quênia. E mais: o Japão – de norte a sul – e duas ilhas da Nova Zelândia.

A equipe mobiliza mais de 20 pessoas entre produção e pós-produção. A série é criada e dirigida pelo cineasta Gilson Vargas (Dromedário no Asfalto, A Colmeia, Longe de Casa); tem direção de fotografia de Bruno Polidoro (A Nuvem Rosa, A Colmeia, Cinco Casas) e som de Gabriela Bervian (Alemão II, A Colmeia, Yñolu). A produção executiva é assinada por Mariana Mignot Schuster e Francisco Caselani. Com mais de 200 temas, a trilha sonora original é de Felipe Fappo Apolonio, Gustavo Foppa e Jonts Ferreira, a montagem de Rodrigo Scheid e Bruno Dariva, e a colorização de Juliano Moreira.

Quanto aos cenários, o programa traz alguns dos grandes monumentos da natureza, como o Grand Canyon, no Arizona; as Geleiras Eternas de Perito Moreno, na Patagônia e o Lago Baikal, na Sibéria. E também são contemplados grandes construções da humanidade, como a Grande Muralha da China e a Transiberiana.

A série ainda apresenta mais de 80 cidades mundo afora, como Auckland, Queenstown, Kyoto, Osaka, Tokyo, Hiroshima, Nova Iorque, Washington, Nashville, New Orleans, Dar Es Salaam, Arusha, Nairóbi, Mar Del Plata, Ushuaia, Chile Chico, Moscou, Novosibirsk, Ulan Bator e Pequim, entre muitas outras.

Contudo, entre tantas maravilhas nos trajetos e localidades, a maior riqueza de ‘Travessias’ está nos personagens. A interatividade com habitantes de cada lugar, como o idoso monge Taoísta, em Kyoto; a família nômade nos campos da Mongólia; o motociclista e ex-combatente do Vietnã, na rota 66 nos Estados Unidos; a avó e sua neta migrando na Sibéria rumo a novas oportunidades; a família argentina que vive num motorhome; o jovem africano que ajuda sua comunidade por meio de uma fazenda de café e bananas; e ainda mais cerca de 80 outras pessoas, com todos formando um mosaico rico, humano e multicultural. 

SERVIÇO

Travessias – 1ª temporada
Estreia: 01 de fevereiro, às 20h
Número de Episódios: 28
Reprises: quinta-feira, às 08h; sábado, às 13h30
Classificação indicativa: Livre







Acompanhe o Rocky Mountain Games Pedra Grande 2024 ao vivo