Gaúcho dá a volta ao mundo de bicicleta e lança livro sobre a experiência

Aldo Lammel durante a sua viagem de bicicleta

Largar tudo e dar a volta ao mundo de bicicleta pode parecer uma loucura, mas por outro lado pode render altas aventuras – e muitos perigos. Esta foi a decisão que mudou por completo o rumo da vida de Aldo Lammel e, fez com que hoje ele compartilhasse suas aventuras no livro “Dia 922 – Uma longa história sobre estrada”, publicado pela UICLAP, plataforma de publicação e venda de livros físicos, que conta com 12 mil autores cadastrados e mais de 26 mil livros publicados.

Leia mais:

+ 4 lugares para praticar mountain bike perto de São Paulo

+ Rocky Spirit 2023 confirma datas de cinema ao ar livre em SP e RJ

+ 4 destinos para pedalar e surfar no mesmo dia

Publicitário e gestor de TI, Aldo sempre sonhou em escrever um livro de memórias, algo que pudesse ler depois sobre seus próprios feitos. “A volta ao mundo de bike foi o contexto perfeito para experimentar coisas sozinho, em lugares diferentes e com pessoas diferentes. Pedi demissão do emprego, encerrei um relacionamento e passei a planejar como e por onde eu executaria a aventura. Foram 17 meses da ideação até a execução”, conta Aldo.

Ao longo de 1.135 dias, o aventureiro visitou mais de 30 países em cima de sua bicicleta. Sua incrível aventura foi retratada no livro, realizando assim seu sonho de ter um diário publicado. Além desta obra, sua viagem também foi documentada na série “Mochila & Bike”, no Youtube.

Entre as aventuras que viveu estão a detenção depois de invadir um observatório astronômico e, posteriormente, ser confundido com um refugiado cubano e proibido de seguir viagem por alguns dias. Além disso, Aldo correu risco de vida em diversas situações, como ao se perder na selva panamenha – tomada por guerrilhas – e ter a sorte de ser salvo por índios Kunas. Também encontrou um urso selvagem em uma floresta na Transilvânia e quase morreu de hipotermia grave no deserto do Atacama.

Nascido em Porto Alegre (RS), cresceu em Charqueadas, em uma casa onde havia muitas coleções de livros, principalmente de ciência e não-ficção. Assim adquiriu o gosto pela leitura, começando pelo hábito de folhear enciclopédias quando criança, além de observar a mãe lendo. Entre os autores preferidos estão Stephen King, Carl Sagan, Agatha Christie, Dan Brown, Bram Stoker e H.P. Lovecraft. Outra de suas inspirações foi o filme “História Sem Fim” que o fez romantizar a ideia de um dia escrever um livro com as próprias aventuras.

Atualmente, Aldo vive na capital gaúcha onde retomou sua carreira como desenvolvedor e gestor de projetos de Tecnologia da Informação. Tem dois livros esboçados e planeja publicar.







Acompanhe o Rocky Mountain Games Pedra Grande 2024 ao vivo