Essa companhia aérea é a mais propensa a danificar mala despachada

mala
A companhia aérea com maior número de reclamações por danos em bagagem é a Ryanair - Foto: shutterstock

Você desce do avião e encontra sua bagagem detonada, como se tivesse sido lançada do céu direto na esteira de bagagem. Infelizmente, a cena é bastante comum, mas, aparentemente, algumas companhias aéreas estão mais propensas a danificar sua mala.

+ Companhias aéreas mais seguras do mundo: veja lista de 2022

+ Bruges, na Bélgica, é a melhor cidade da Europa para turistar a pé; veja lista

+ Guia Hardcore: fazendo a primeira surf trip solo

Para saber quais são elas, a empresa de malas Trifibre encomendou algumas pesquisas. Após solicitar a liberdade de informação à Autoridade de Aviação Civil (CAA), a empresa revelou quais empresas recebem mais reclamações e quantas dessas reclamações são bem-sucedidas.

De acordo com os dados da CAA, a pior companhia aérea no cuidado com bagagem é a Ryanair e a diferença é grande. Das 823 reclamações por bagagem danificada, enviadas entre 2015 e 2020, a Rayanair recebeu 108, isto é, mais de uma em cada dez reclamações apenas para a mesma companhia.

Com 47 reclamações no mesmo período, a Emirates ficou em segundo lugar, enquanto a Alitalia ficou em terceiro lugar e contabiliza 40 reclamações.

A pior parte dessa história é que, na maioria dos casos que envolvem malas danificadas, o passageiro não conseguiu reivindicar uma compensação pelo prejuízo. Isso porque um grande número de reclamações (41% para ser exato) foi totalmente ignorado pela companhia aérea ou aeroporto e pouco menos da metade (46%) de todas as reclamações foram confirmadas a favor do viajante.

No caso específico da Ryanair, as reclamações de bagagem danificada são as mais legitimadas para os clientes. De acordo com a CAA, a companhia foi a que teve o maior número de reclamações confirmadas a favor do passageiro.

O que fazer em caso de mala danificada?

As companhias aéreas são responsáveis pelas malas despachadas desde o check-in até o momento que o viajante as pega na esteira. No entanto, para ter mais chances no sucesso de reivindicações como essa, o ideal é ter seguro de viagem. Além disso, verifique suas malas ainda no aeroporto e, em caso de danos, fotografe e faça a reclamação imediatamente.

Clique aqui para ler o estudo completo da Trifibre.

-Publicidade-