Como escolher o tênis de corrida ideal para você

Eleger o seu tênis de corrida não é uma tarefa fácil em meio a tantas possibilidades de marcas nacionais e gringas. Os tênis de corrida estão mais eficientes e diversificados do que nunca e encontrar o modelo certo para você depende de algumas questões, como: o tipo de corrida que você pratica, seu ritmo, sua passada e, é claro, o seu orçamento.

+ O que levar para uma corrida de rua

+ Seu corpo escolhe: correr ouvindo música ou praticando mindfulness?

+ Barton Lynch: “Corte do meio de ano da WSL é inaceitável”

Para garantir que você faça uma boa escolha, é importante levar em consideração alguns pontos, que listamos abaixo.

Por que você corre?

Esta pergunta é fundamental e vem antes de qualquer outra. A corrida é seu esporte, seu treino principal? Você corre apenas para incluir uma atividade aeróbica na sua rotina? Só corre aos finais de semana, ouvindo música, para espairecer? Está treinando para uma competição? O tênis é o equipamento principal do corredor – seja ele recreativo ou profissional – e por isso é preciso entender o que você espera de um tênis novo.

Qual é a sua distância?

Sua rodagem semanal ou a prova que você está mirando são bem importantes nesta escolha. Para corridas mais longas – 10 km, meia maratona, maratona e eventos de ultradistância – você provavelmente vai precisar de um pouco de amortecimento sob os pés. Isso não significa um modelo com amortecimento máximo, com uma alta pilha de espuma na entressola, mas definitivamente nesses casos os modelos minimalistas são menos frequentes, a menos que já façam parte do seu dia a dia de treinos.

Seja no asfalto ou nas trilhas, quando se trata de cobrir longas distâncias a maioria dos corredores aprecia algum conforto, principalmente nos últimos quilômetros da corrida. Graças às espumas ultraleves de hoje, isso é possível.

A  forma como o tênis reage ao impacto de cada passada, ou seja, a “resposta” é muito importante para uma corrida mais eficiente. O ideal é ter um equilíbrio entre a capacidade de amortecer e de devolver energia para o corredor. Se o tênis amortece demais, muitas vezes “rouba” esta resposta deixando as passadas mais pesadas e lentas.

Para distâncias mais curtas ou treinos de velocidade, você pode preferir um calçado mais próximo do chão, que proporcione mais agilidade para um ritmo mais rápido.

Qual é o seu terreno?

Tênis de asfalto e de trilha são muito diferentes. Não dá para usar o mesmo modelo nas duas situações, da mesma forma que uma bicicleta de estrada nunca vaio ter o mesmo desempenho de uma mountain bike. Nas trilhas você vai precisar de solados com “cravos” para ganhar tração na terra, nas pedras e na lama. No asfalto, este mesmo solado não ajuda e ainda será desgastado inutilmente. Para os terrenos off-road é importante que o modelo tenha proteção extra na ponta, protegendo os dedos (e o tecido) de topadas em pedras e raízes, assim como os materiais que compõe a estrutura dos tênis de trilha precisam responder bem à umidade típica das trilhas.

Os super tênis valem o preço?

Se você está perseguindo uma meta de tempo ambiciosa, pode querer investir em um modelo de corrida voltado para o melhor desempenho. Mas se o seu objetivo é apenas curtir uma corrida entre amigos, pode preferir apenas um par mais confortável.

Há muitas opções em cada categoria portanto tudo se resume aos seus objetivos e expectativas. Pense em quanto você deseja investir em um tênis de corrida e, o mais importante, encontre um par que funcione bem para seus pés e seu ritmo.

Qual é a importância do seu tempo de corrida?

Sejamos francos para evitar choques: tênis de corrida de alta qualidade com placas de propulsão de fibra de carbono embutidas nas entressolas são caros! Se você for comprar um desses modelos de primeira linha, vai gastar entre R$ 1.200 e R$ 2.000.

Mas será que eles valem o investimento? Se sua meta é buscar baixar seus tempos em treinos de velocidade, pode ser que sim. Mas a sua evolução depende menos deste do que de outros fatores. Gerações de corredores baixaram seus tempos e estabeleceram novos recordes pessoais usando calçados que hoje parecem de baixa tecnologia. Se você não quer gastar tanto dinheiro em um par de tênis, existem muitas opções de tênis leves e rápidos.

Agora que você tem em mente alguns pontos principais para tomar a decisão, é hora de avaliar se o seu tênis da vez é o ideal para você.

Como escolher tênis para corrida

Calcanhar

Você deve sentir que seu calcanhar está encaixado e confortável, mas não apertado. Você deve ser capaz de deslizar seus pés para fora mesmo com os cadarços no lugar, só que não amarrados. Passar os cadarços até os últimos ilhós (furinhos) minimiza as chances do pé escorregar dentro do calçado.

Haverá algum movimento do calcanhar, mas não deve ser desconfortável. Qualquer incômodo que você sentir na loja, será potencializado quando você estiver lá fora correndo, então é bom prestar atenção.

Como escolher seu tênis de corrida

Largura

Seu pé deve ser capaz de se mover lateralmente no antepé (parte da frente) do tênis sem ultrapassar a borda da palmilha. Você ainda deve ter cerca de 0,6 cm de espaço entre o tecido da parte de cima do tênis e os dedos, já que seu pé pode inchar durante a corrida. Se o tênis é muito estreito, você vai sentir a base do seu dedinho tocar a beira da palmilha.

Como escolher seu tênis de corrida

Comprimento

Os pés incham e alongam durante uma corrida, então tenha certeza de que há um espaço de um polegar entre seu maior dedo do pé (nem sempre é o dedão) e o fim do tênis. Um amigo ou um vendedor podem medir isso enquanto você fica de pé com seus tênis amarrados. Seus dedos também deve podem se mexer para cima e para baixo sem problemas.

Como escolher seu tênis de corrida

Flexibilidade

Cheque a flexibilidade antes calçar o tênis na hora de escolher o modelo para corrida. Você pode fazer isso segurando o tênis pelo calcanhar e pressionando a ponta dele no chão. O calçado deve dobrar e curvar ao longo da mesma linha que seu pé flexiona. Um ponto de flexão mal alinhado pode levar a dor no arco do pé ou fascite plantar, enquanto a falta de flexibilidade leva a problemas no tendão de Aquiles e dores na panturrilha.

Sensibilidade

Conhecer o tipo de arco do seu pé ou sua mecânica de corrida é só uma parte da história. Você ainda precisa encontrar um tênis que combine com o contorno e movimentos do seu pé. E você não consegue uma boa noção disso apenas ficando em pé. Então dê um trote com o tênis, seja no corredor ou na esteira da loja, se houver uma. Uma sensação natural de suporte embaixo do arco funciona para a maioria das pessoas. Se você começar a sentir cãibras no pé por causa do suporte, ele provavelmente não é a melhor opção. Seu tênis deve complementar dar suporte à sua passada, não tentar alterá-la.







Mais Conteúdos

Como prevenir assaduras e feridas por causa da corrida

Você já sentiu a parte interna das coxas roçando uma contra a outra tão forte que parece que estão passando em um ralador? Ou...

Trail por diversão: Por que fazer uma prova de corrida de trilha

Você é iniciante e corre só por diversão? Entenda por que fazer uma prova de corrida de trilha será a sua melhor escolha –...

UTMB dobra premiação da final; vencedor levará € 20 mil

As finais da UTMB World Series em Chamonix, França, agora terão uma premiação de quase R$ 1,6 milhão, distribuída entre os 10 melhores finalistas...

O que o novo programa antidoping da UTMB significa para o esporte

Quando a organização da UTMB anunciou recentemente um novo programa antidoping, a resposta foi absolutamente positiva.