Abril Verde, uma campanha para ser colocada em prática

Por Bianca Vilela

Foto: Shutterstock

Você conhece o Movimento Abril Verde? Trata-se de uma iniciativa do Sindicato dos Técnicos de Segurança do Estado do Paraná que tem como objetivo discutir e alertar a sociedade sobre a saúde e da segurança do trabalho, temas que estão intimamente relacionados.

Leia mais

+ Como eliminar distrações no trabalho e a sensação de falta de tempo

+ 5 atitudes para aumentar sua imunidade

+ Mitos sobre saúde feminina que você não deve acreditar

As pautas sempre são relevantes e abordadas durante a Semana de Prevenção de Acidentes de Trabalho (SIPAT), que acontece anualmente em todas as empresas de médio e grande porte. Você já participou deste evento na sua empresa? E vamos além: qual o resultado de trabalhar os temas apenas uma vez por ano? Na minha opinião o resultado é insignificante. Para atingirmos bons resultados é necessário criar uma cultura, algo que leva tempo.

Temos que promover uma grande reflexão para que haja transformação! Quanto mais consciente for o nosso comportamento e nossa forma de agir, melhor será o resultado. Para isso, é claro, nossas atitudes devem ir muito além de somente atravessar na faixa de pedestre.

A mobilização se faz necessária para reduzir o número de acidentes de trabalho e os danos à saúde do trabalhador. Para conseguirmos reduzir este problema, que é ao mesmo tempo silencioso e alarmante no Brasil, todos devem estar de mãos dadas e abertos aos novos comportamentos: a sociedade, os órgãos públicos, o governo, as empresas, as entidades de classe, as associações e as federações. Infelizmente aqui no Brasil ainda estamos engatinhando.

Mas afinal o que é ter um comportamento seguro? Como posso inseri-lo no meu dia a dia? Saiba que estar saudável, produtivo e livre de vícios é o primeiro passo!

Saiba que a nutrição tem total correlação com segurança. Os alimentos industrializados e ricos em açúcares fazem com que o colaborador se sinta sonolento e desta forma aumente a incidência de acidentes. A ergonomia também tem o seu papel? Com certeza, já que as dores crônicas causam um grande desconforto e atrapalham na concentração no serviço.

Que tal levar esta pauta para dentro da sua casa e para a sua empresa? Mas o primeiro passo começa em casa, sendo um exemplo para sua família. Juntos transformaremos esta realidade!

BIANCA VILELA é autora do livro Respire, mestre em fisiologia do exercício pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), palestrante e produtora de conteúdo. Desenvolve programas de saúde in company em grandes empresas por todo o país há mais de 15 anos. Na Go Outside fala sobre saúde no trabalho, produtividade e mudança de hábitos. Instagram: @biancavilelaoficial.

-Publicidade-