Unesco elege 19 novos Patrimônios Mundiais; veja fotos

Áreas naturais na Colômbia, México e China estão na lista da Unesco

Foto: Li Guiyun

Áreas naturais na Colômbia, México e China estão na lista da Unesco

A Unesco elegeu recentemente 19 novos lugares como Patrimônios Mundiais, incluindo alguns de enorme beleza e importância natural.

Entre os locais que agora recebem o título, estão o Parque Nacional de Chiribiquete, na Colômbia; e o Vale de Tehuacán-Cuicatlán, que abriga centenas de espécies de aves e tipos de cactos.

Conheça a seguir os destinos de natureza que o órgão da ONU passou a considerar de “grande diversidade universal” e que, sob o nome de Patrimônio Mundial, a Unesco esperar ajudar a proteger e preservar.

Montanhas de Barberton Makhonjwa (África do Sul)

Foto: Tony Ferrar

Situada no nordeste da África do Sul, a região montanhosa integra uma das mais antigas estruturas geológicas do mundo. Trata-se de uma das mais bem preservadas áreas de rocha vulcânica sedimentar, com mais de 3 bilhões de anos e relevo resultante de impacto de meteoritos.

Chaîne des Puys – Limagne (França)

Foto: Denis Pourcher

Formado há 35 milhões de anos, o sítio tectônico da cadeia vulcânica dos Puys e da falha de Limagne fica no centro da França e é composto por um alinhamento de vulcões. Suas características geológicas mostram como a crosta continental rachou, depois entrou em colapso, permitindo que o magma profundo viesse à tona e causasse elevações na superfície.

Pico de Fanjingshan (China)

Foto: Zhou Wenqing

Com uma formação extraordinariamente peculiar, o pico de Fanjingshan se localiza na cadeia de montanhas de Wuling, na província chinesa de Guizhou, no sudoeste do país. Com altitude que varia de 500 a 2.570 metros, possui ao longo de sua extensão uma diversa gama de vegetação. O pico se destaca em meio a um mar de karst, típica formação de pequenas elevações dessa parte da Ásia.

Parque Nacional de Chiribiquete (Colômbia)

Foto: Jorge Mario Álvarez Arango

Maior parque nacional da Colômbia, Chiribiquete é conhecido por abrigar impressionantes tepuis, montanhas cujo topo é em forma de mesa. Sua variedade de fauna, flora e formações rochosas fazem com que o parque esteja entre as mais importantes áreas selvagens do planeta.

Pimachiowin Aki (Canadá)

Foto: Don Sullivan

Pimachiowin Aki, na língua indígena local dessa região do Canadá, significa Terra Que Dá Vida. A área possui rios, lagos, pântanos e floresta boreal que abrigam diversos povos, como os Anishinaabeg. Por isso, é um ótimo exemplo de combinação de natureza e cultura tradicional.

Vale de Tehuacán-Cuicatlán (México)

Foto: Diana Hernandez

O vale de Tehuacán-Cuicatlán é uma zona de árido e semi-árido com a maior biodiversidade da América do Norte. Ali estão algumas das mais diversas espécies de cactos, muitos criticamente ameaçados de extinção. Ali também existem sítios arqueológicos que mostram a tecnologia de povos antigos em relação à sobrevivência em ambiente tão seco, com aquedutos, poços e barragens, entre as mais antigas do continente.