Garmin lança o InReach Mini

O dispositivo de comunicação por satélite portátil é menor que seu antecessor, mas tem quase a mesma funcionalidade

Por Ariella Gintzler*

Garmin InReach é há muito tempo um marco na comunicação via satélite fora da rede. Mas sempre vem com um probleminha: ele tem mais funcionalidade do que outros dispositivos na categoria (como o Spot Gen 3), mas é mais volumoso e pesado.

Não mais.

Na terça-feira, a Garmin anunciou o InReach Mini (US $ 350), um dispositivo com quase todas as funcionalidades do InReach SE original e pesa apenas 100 g, do tamanho da palma da mão. O Mini parece uma versão reduzida do seu antecessor: quadrado com uma pequena tela digital, antena volumosa e um grande botão SOS na lateral.

Como o InReach original, ele terá rastreamento de localização automática em intervalos designados (dez ou 30 minutos), para que amigos e familiares possam rastreá-lo à medida que você avança; mensagens bidirecionais; acesso a mapas, gráficos NOAA e atualizações meteorológicas; e a capacidade de enviar um sinal de resgate de emergência para a GEOS, uma organização internacional de coordenação de resgate. Uma vez que você tenha alertado o GEOS, ele notificará o local de busca e resgate e fornecerá a sua localização exata, enviando uma mensagem com atualizações e notificações com o contato de emergência de um resgate. O dispositivo também tem uma bússola manual (embora não seja digital, então você tem que estar se movendo para produzir uma leitura).

Leia Mais: Uma barraca de outro planeta (que existe na Terra)

Como o Mini faz tudo isso? Utilizando outra ferramenta que a maioria de nós usa em nosso pacote – um celular. Emparelhe o Mini com seu celular via Bluetooth, e seu telefone funcionará como uma extensão do Mini (sem necessidade de serviço de celular), permitindo que você envie mensagens para todos os contatos do telefone, além de visualizar mapas, gráficos e boletins meteorológicos com o aplicativo Earthmate. Você pode predefinir rotas no aplicativo, incluindo pontos de referência específicos e fazer o download dessas rotas no Mini.

Também poderá emparelhar o Mini com determinados relógios desportivos Garmin, para que possa ver os textos recebidos e enviar mensagens pré-definidas a partir do seu wearable sem ter de retirar o Mini da mochila.

Garmin sacrificou relativamente pouco em encolher sua tecnologia em um dispositivo tão pequeno. Claro, a tela é menor; os botões principais estão ao lado, o que dificulta a digitação de mensagens; a duração da bateria é de apenas 50 horas no intervalo de rastreamento de dez minutos (o InReach SE tem uma duração de bateria de 100 horas com as mesmas configurações); o Mini não possui um altímetro barométrico, acelerômetro ou mapas topográficos na tela. Mas sincronizado com um telefone compatível com Bluetooth ou relógio esportivo Garmin, o Mini oferece praticamente a mesma funcionalidade.

Claro, a desvantagem é que você precisa usar seu telefone para acessar todos esses recursos, enquanto o InReach SE e o Explorer + funcionam totalmente livres de telefone. Os modelos maiores e mais antigos ainda são ótimos para pessoas que querem todas essas funções em um único dispositivo, independentemente do peso , ou para pessoas que precisam da vida útil da bateria de 100 horas. Mas aqueles que querem algo menor e mais leve, não precisam de muita bateria, e não se importam de usar o telefone para acessar mapas topográficos, o Mini pode ser a ferramenta ideal.

O anúncio do Mini vem apenas algumas semanas após o lançamento via Kickstarter de um dispositivo semelhante chamado Global Hot Spot da Somewear, que oferece mensagens bidirecionais, funcionalidade SOS, rastreamento automático de localização e atualizações meteorológicas em um aparelho que pesa 85 g. Ele também usa a conectividade Bluetooth para transformar o celular do usuário em um dispositivo de comunicação via satélite. O dispositivo Somewear será vendido por US$ 300, e suas assinaturas de satélites serão quase iguais às da Garmin. (Assinaturas Garmin são mais baratas se você assinar por um ano inteiro, embora seja mais caro se você pagar mensalmente.)

Nós ainda não testamos o Mini, mas estamos intrigados com o potencial de um dispositivo de comunicação por satélite que perde peso sem perder a utilidade e se integra a muitos dos outros itens tecnológicos que são básicos nos nossos pacotes e nos nossos pulsos.

No Brasil o InReach Mini já foi divulgado no site da Garmin, mas ainda não está disponível para compra.

*Texto publicado originalmente no site da Outside norte-americana