4 terapias alternativas para prevenir e tratar lesões

Por Redação

Terapias alternativas para prevenir e tratar lesões

Não importa se você vai começar a praticar atividade física ou se já é um atleta, ter um bom acompanhamento médico é essencial, mas os corredores também podem buscar alívio nas terapias alternativas para prevenir e tratar lesões.

Cada atleta precisa descobrir quais métodos funcionam melhor para o próprio corpo e para determinadas lesões — de preferência, com a orientação de um médico.

Leia mais

+ 7 sinais de que você está a caminho de uma lesão

+ Dicas essenciais para prevenir lesões e fortalecer o corpo e a mente

Veja aqui quatro terapias alternativas que você pode acrescentar ao seu método de recuperação e reabilitação de lesões:

1) Acupuntura

A promessa
Prática chinesa milenar que envolve a aplicação de agulhas muito finas em áreas específicas do corpo para melhorar a circulação, recuperar energia e promover a cura.

A ciência
Há controvérsia entre os médicos. Mas estudos têm mostrado que a acupuntura estimula a liberação de endorfina, o analgésico natural produzido pelo corpo, e também aumenta a amplitude dos movimentos.

Quem deveria tentar
Em 1996, a Organização Mundial de Saúde publicou um relatório sobre a eficácia da acupuntura, dizendo que ela poderia beneficiar pacientes com dores no joelho, fascite plantar (dor na planta do pé), torções, dores lombares e osteoartrite.

2) Massagem esportiva

A promessa
Os movimentos da massagem eliminam as toxinas e dilatam os vasos sanguíneos, permitindo que o oxigênio e os nutrientes fluam mais rápido e acelerem a recuperação. A massagem alonga os músculos, alivia a tensão e melhora as fibroses. Por tudo isso, pode também aumentar a flexibilidade e prevenir lesões.

A ciência
Estudos mostram que a massagem diminui a dor, o inchaço e a ansiedade.

Quem deveria tentar
A massagem esportiva é especialmente recomendada para aqueles que correm 55 km ou mais por semana. Uma sessão de massagem até 24 horas depois de um treino pesado pode relaxar os músculos e melhorar a recuperação.

3) Fitoterapia

A promessa
Os defensores dizem que os componentes fitoquímicos em suplementos derivados de plantas aumentam a habilidade do corpo se curar, podem tratar dores articulares e musculares, além de inchaço.

A ciência
Uma revisão dos estudos concluiu que os suplementos de garra-do-diabo e casca de salgueiro branco podiam reduzir dores nas costas. Arnicabromelaína são capazes de reduzir o inchaço. Alho, gengibre e pimenta vermelha também são conhecidos por reduzirem inflamações.

Quem deveria tentar
Ervas com poderes anti-inflamatórios podem tratar fascite plantar, dores nas costas e joelhos, torções e rigidez muscular. Acrescentar ervas e especiarias nas refeições é a melhor forma de começar, e também a mais segura. Converse com seu médico antes de tomar qualquer suplemento.

4) Quiropraxia

A promessa
Essa terapia manual corrige problemas de alinhamento das vértebras para manter o corpo funcionando de maneira eficiente. Há quiropraxistas do esporte que analisam a biomecânica e fazem ajustes de áreas em desequilíbrio ao longo do corpo.

A ciência
Em 1997, um comunicado da American Medical Association afirmava que o tratamento demonstrava “um bom grau de eficácia na amenização de dores nas costas, dores de cabeça e casos similares de queixas músculo-esqueletais”. Ela pode, inclusive, aumentar o desempenho esportivo. Um estudo comparou o desempenho de dois grupos de atletas: o primeiro recebeu ajustes quiropráticos e o segundo não. Depois de 12 semanas, o grupo sob tratamento estava 30% mais rápido que o outro.

Quem deveria tentar
Corredores com lesões crônicas. Desvios na coluna e desequilíbrio muscular podem causar pressões e fraqueza, isso impede a recuperação completa de uma lesão e permite que o paciente tenha uma recaída.

-Publicidade-