‘Não corro por vingança’, diz Pogačar sobre ambições do Tour de France

Por Outside USA

Pogačar fala sobre ambições do Tour de France - Go Outside
Foto: Shutterstock

Tadej Pogačar não vê o Tour de France 2022 como uma perda, mas sim como parte de uma jornada incrível que ele está fazendo como um dos melhores ciclistas do mundo. Para a superestrela dos Emirados Árabes Unidos, correr para vencer é um jogo, não uma espécie de vingança pessoal.

+ Tour de France 2024 não terá linha de chegada na Champs-Élysées
+ Presidente da UCI espera incluir o short track como modalidade olímpica

Falando ao jornal espanhol El Mundo depois de correr em um evento critérium em Madri no fim de semana, Pogačar explicou sua filosofia de corrida.

“Não acredito em vingança”, disse Pogačar ao El Mundo. “Isso é apenas esporte, apenas um jogo. Você não precisa se vingar de ninguém. Você joga e se perder, perdeu. Se você ganhar, você ganhou. Eu sempre tento ser o melhor, melhor do que todos os outros. E eu tento melhorar, mas não é uma vingança.”

Embora não tenha conquistado sua terceira camisa amarela consecutiva, ele terminou em segundo lugar geral e venceu três etapas, além da camisa do jovem piloto.

Pogačar já está olhando para 2023, após outra temporada espetacular nas categorias profissionais, que incluiu 16 vitórias. São mais conquistas do que em qualquer temporada desde que ele chegou ao ranking profissional em 2019.

“Foi um grande Tour. Terminar em segundo para mim foi uma experiência nova. Não aceito que tenha sido uma derrota”, disse. “Também ganhei alguns novos fãs e acredito que posso ficar feliz com o resultado. Eu tiro muitos pontos positivos disso. Foi a melhor maneira de perder o Tour.”

Pogačar disse que não está reescrevendo seu plano de preparação para o Tour de France. Na verdade, ele insiste que continuará fazendo o que está fazendo.

O ciclista disse que o retorno aos clássicos da primavera, o Tour e os mundiais estarão no centro de seus objetivos. Ele não vai correr o Giro d’Italia, mas deixou a porta aberta para um retorno à Vuelta a España.

“Aprendi muito com o Tour. Houve alguns erros, algumas coisas que eu teria feito diferente, coisas que eu poderia fazer melhor, mas nada catastrófico. Apenas pequenas coisas”, disse Pogačar. “Em todas as corridas que você faz, há coisas boas e coisas ruins. No final, você junta tudo isso e vai para a próxima ainda mais preparado. É por isso que acredito que para 2023 posso estar muito, muito confiante e motivado para ser ainda melhor do que este ano.”

Depois de Madri, Pogacar foi direto para um acampamento da equipe na Costa Blanca da Espanha. Seu período de off-season incluiu uma viagem à Colômbia e algumas postagens malucas nas redes sociais que revelaram um lado pessoal de sua personalidade.

“Foi um período de off-season diferente dos outros, e eu diria que realmente relaxei minha mente e meu corpo. Foi uma ótima pausa da bike. E agora estou mais do que pronto para começar meu treinamento para a próxima temporada.”

Para Pogačar, a diversão está apenas começando.







Acompanhe o Rocky Mountain Games Pedra Grande 2024 ao vivo