Avancini fica em 13º, mas vive dia inesquecível na Copa do Mundo de MTB

Por Redação

avancini
Avancini festeja com a torcida local a volta da Copa do Mundo de MTB ao Brasil. Foto: Fabio Piva / Red Bull Content Pool

O brasileiro Henrique Avancini viveu neste final de semana, na sua cidade natal Petrópolis, o momento mais marcante da sua carreira. Quarto colocado no short track (XCC) de sexta-feira (8), o atleta da Cannondale Factory Racing foi 13º neste domingo, no cross country olímpico (XCO), com o tempo de 1h29min38seg. A vitória ficou com o suíço Nino Schurter, nove veze campeão mundial, com o tempo de 1h26min52seg. Apesar do resultado aquém do esperado, Avancini admitiu que jamais esquecerá o que viveu nos três dias de competição.

Leia mais

+ Henrique Avancini: a arte do método próprio

+ Veja quem foram os vencedores do Banco Master Rocky Mountain Games

“Esse foi o momento mais especial, intenso e marcante da minha carreira. Gostaria muito de ter entregue um resultado muito melhor do que eu entreguei nas duas provas. Isso mostra muito mais do que foi esse dia, do que foi a competição, mostra o significado de uma vida dedicada ao esporte, e o carinho, apoio e intensidade que recebi das pessoas é algo inexplicável. Para mim é a prova de que valeu muito a pena dedicar a vida a isso, faria tudo de novo, faria as mesmas renuncias, as mesmas escolhas, porque esse final de semana foi muito especial para mim e para o esporte que amo tanto”, comentou Avancini.

A categoria olímpica do Mountain Bike fechou com chave de ouro o evento realizado em Petrópolis. Disputada no Brasil após 17 anos, a competição reuniu cerca de 20 mil torcedores na estrutura montada na cidade fluminense. Avancini foi exaltado pela multidão que acompanhou a competição; na linha de chegada, os presentes foram cumprimentados pelo atleta.

Na última sexta-feira (8), Henrique Avancini já havia ficado na quarta colocação na prova de short track. A disputa foi vencida pelo colega de equipe do brasileiro, o sul-africano Alan Hatherly. Neste domingo, Hatherly ficou com a 9ª posição.

Brasileiro ficou em quarto no short track e em 13º no cross-country. Foto: Márcio Miranda.

Agora, Avancini volta a competir na Copa do Mundo de MTB em maio, nas etapas de Albstadt, na Alemanha, entre os dias 6 e 8, e Nové Mesto, na República Tcheca, de 13 a 15.

No Feminino, a australiana Rebecca McConnell (Primaflor Mondraker) venceu a etapa de cross country olímpico. A melhor brasileira na prova foi a goiana Raiza Goulão, que terminou na 31ª colocação.

O Brasil também foi representado por Letícia Cândido (40º), Hercília Najara (42º), Luma Diniz (45º), Aline Simões (46º), Paula Regina Novais (48º) e Isabella Lacerda (51º).

COPA DO MUNDO DE MTB 2022

26 e 27 de março – Lourdes, França (DH)
8 a 10 de abril – Petrópolis, Brasil (XCO/XCC)
6 a 8 de maio – Albstadt, Alemanha (XCO/XCC)
13 a 15 de maio – Nove Mesto, República Tcheca (XCO/XCC)
21 e 22 de maio – Fort William, Reino Unido (DH)
10 a 12 de junho – Leogang, Áustria (DH/XCO/XCC)
8 a 10 de julho – Lenzerheide, Suíça (DH/XCO/XCC)
15 a 17 de julho – Vallnord, Andorra (DH/XCO/XCC)
29 a 31 de julho – Snowshoe, EUA (DH/XCO/XCC)
5 a 7 de agosto – Mont-Sainte-Anne, Canadá (DH/XCO/XCC)
2 a 4 de setembro – Val di Sole, Itália (DH/XCO/XCC)

-Publicidade-