App que paga para andar? Veja 3 opções e como eles funcionam

Por Redação

App que paga para andar? Veja 3 opções e como eles funcionam - Go Outside
Foto: Shutterstock

Um suposto app que paga o usuário para andar foi um dos mais baixados no Brasil nas últimas semanas. Mas será que existe mesmo aplicativos que te dão dinheiro para você se movimentar? Confira algumas opções e se eles funcionam mesmo:

+ Caminhar pode ser o melhor exercício que existe
+ App registra sessões de surf e dá orientações médicas e de treino gratuitas

App que paga para andar: Veja como funciona

1. Sweatcoin

Um dos apps mais baixados do Brasil nas últimas semanas, o Sweatcoin usa aplicativos de monitoramento como o Google Fit e o Saúde, da Apple, para acessar a quantidade de passos que o usuário deu no dia. A cada mil passos dados, a pessoa conquista 1 Sweatcoin, a moeda própria do app.

Mas o Swetcoin te paga mesmo? Aí é que está: os Sweatcoins são moedas virtuais que podem ser trocadas por cupons em lojas, leilões de equipamentos e em aulas de diversas atividades, como yoga. As moedas também podem ser usadas para ações de caridade no app. Mas não é possível usar e sacar dinheiro de verdade pelo aplicativo.

2. Lucky Step

Esse aqui é furada. O Lucky Step veio na onda dos aplicativos de “dinheiro fácil” que te pagam para cumprir tarefas. A ideia é que o usuário ganhe moedas do app a partir dos passos dados, assim como o Sweatcoin, mas o “dinheiro virtual” seria trocado em gift cards das Americanas ou Amazon.

+ Caminhar 10 minutos por dia pode evitar 111 mil mortes ao ano, diz estudo

No entanto, existem diversas reclamações do Lucky Step de internautas nas redes sociais e em sites de avaliação de serviços, como o Reclame Aqui. Melhor não arriscar!

3. WeWard

O WeWard ficou popular na Europa após ser lançado na França em 2019. O app afirma incentivar os usuários a praticar atividade física diariamente com remuneração com base em quilômetros percorridos ou metas de exercícios alcançadas.

A moeda virtual Wards pode ser convertida em gift cards, cupons de desconto, brindes e até dinheiro de verdade diretamente na conta bancária. Essa opção é mais séria, mas a má notícia é que o app ainda não chegou na América do Sul. A previsão de chegada por aqui é entre o final de 2022 e o começo de 2023.

-Publicidade-