Como praticar e incentivar o ciclismo urbano

Como praticar e incentivar o ciclismo urbano
Foto: Rawpixel

Cidades com ciclismo ativo recebem inúmeros benefícios, não somente para o meio ambiente, mas a população também acaba se beneficiando com a atividade. Com o crescimento da urbanização, e cidades onde o fluxo de carros é maior, fazer o ciclismo urbano acontecer pode ser uma tarefa não muito simples. Mas tudo pode ser possível, com iniciativas e planos de ações que possam estimular mais as pessoas a trocarem seus meios de locomoção no dia a dia.

+ Os 6 estágios do despertar para o ciclismo

+ 6 pequenas ilhas no Litoral Norte de São Paulo para você conhecer remando

+ Lucas Silveira entocado no Havaí

Entendendo o que é ciclismo urbano

O ciclismo urbano vem crescendo bastante nos últimos tempos, e é uma alternativa ao transporte motorizado individual e coletivo. Então além de ser uma ótima opção para a preservação do meio ambiente e diminuir a taxa de acidentes de trânsito, ele ainda ajudará as pessoas a serem mais ativas e saudáveis.

Uma pesquisa realizada na Dinamarca conseguiu comprovar que, para cada quilômetro pedalado, 23 cents retornam à cidade, ao passo que a mesma distância feita por um carro custa 16 cents da economia. Com isso fica claro que investir na infraestrutura para bicicletas pode acabar gerando bons resultados também para a economia da região.

O incentivo ao ciclismo urbano ainda pode ser uma forma de evitar e/ou diminuir acidentes envolvendo pedestres e ciclistas na cidade.

Como incentivar o ciclismo urbano

Para fazer o ciclismo urbano acontecer não basta apenas pegar a bicicleta e se locomover pela cidade, para que isso seja feito de forma consciente e segura, é importante que medidas sejam tomadas para que as pessoas fiquem confortáveis no dia a dia.

A manutenção de ciclovias é um ótimo primeiro passo. Isso porque os ciclistas terão um lugar exclusivo para que possam pedalar pela região e ainda assim, respeitando também os pedestres.

Uma outra medida importante é ter bicicletários disponíveis em maior quantidade. Essa é uma forma de segurança tanto para o ciclista, quanto para as bikes. Isso acabará influenciando para que as pessoas possam pedalar para qualquer destino, tendo a segurança de haver sempre um local para deixar sua bicicleta.

Medidas como estas podem acabar incentivando mais pessoas a trocarem seus meios convencionais de locomoção, pelo de duas rodas. Quando há segurança e meios para que as pessoas possam fazer suas atividades do cotidiano com maior seguridade, fica mais fácil incluir o ciclismo na rotina.

Como praticar o ciclismo urbano de forma segura?

Além das medidas de incentivo nas ruas como ciclovias, bicicletários e programas de bicicletas compartilhadas, utilizar alguns equipamentos vão te ajudar a praticar o ciclismo urbano de forma segura, então confira alguns equipamentos fundamentais:

  • Roupa funcional;
  • Capacete;
  • Cotoveleiras e joelheiras;
  • Farol;
  • Espelho retrovisor;
  • Buzina;
  • Luvas, óculos e máscara.

-Publicidade-