Como fazer uma viagem de caiaque ou canoa

Por Outside USA

Como fazer uma viagem de caiaque ou canoa - Go Outside
Foto: Shutterstock

Fazer uma viagem de caiaque ou canoa por rios e pelo mar é uma ótima opção para se conectar com a natureza e ter uma nova visão dos seus lugares favoritos. Navegue pela vida selvagem, treine braço e desfrute da vida na água com essas dicas:

+ Passeios de caiaque: 6 roteiros para remar no Brasil e no exterior
+ Como transportar sua prancha ou canoa

Como fazer uma viagem de caiaque ou canoa

Conheça o local

Pode parecer romântico apenas chegar no rio e seguir para onde a correnteza te leva. Mas, como em qualquer outra viagem, você deve definir sua rota com antecedência. Marque locais de transporte terrestre e acampamentos em seu mapa, faça todas as reservas de lugares e certifique-se de ter as autorizações necessárias. Você pode razoavelmente esperar viajar cerca de 16 km por dia em águas planas e 20 a 25 km em um rio de fluxo suave.

+ 10 aventuras para curtir no inverno do Litoral Norte de SP

Leve pouca coisa

A água pode estar levando a carga, mas você ainda está limitado pelo que pode caber no seu caiaque ou canoa. Mantenha sua lista de bagagem curta e certifique-se de que toda a sua mala seja fácil de transportar em caso de carregamentos inesperados. Embale roupas e sacos de dormir em pacotes secos ou em sacos forrados com sacos plásticos. Mantenha utensílios de cozinha e alimentos em recipientes à prova d’água. Para uma solução clássica (embora pesada), considere usar um wanigan, uma caixa de madeira feita sob medida para caber dentro de uma canoa, completa com uma linha de couro para prender em você ao transportar.

+ O que devo saber antes de acampar? Veja 7 dicas

Carregue o caiaque ou canoa com cuidado

Assim como na mochila, coloque os itens mais pesados ​​onde menos afetarão seu equilíbrio: no centro e na parte inferior. Faça camadas com equipamentos mais leves para cima e para as extremidades para manter a canoa equilibrada e aparada. Evite colocar muito peso na proa e na popa. Mantenha os equipamentos abaixo das amuradas – as bordas ao redor – para que não peguem vento. Nós de liberação rápida, tiras de came ou elásticos protegerão o equipamento, mantendo o material de remover para transporte e acampamento. Coloque os itens que você deseja durante a remada (água, protetor solar, mapas, lanches, repelente de insetos) ao alcance do braço.

+ Duas trilhas em Ubatuba para fazer de caiaque ou a pé

Segurança em primeiro lugar

Use um colete salva-vidas adequado sempre que estiver na água na sua viagem de caiaque ou canoa. Mantenha mapas, bússola, informações de rota, autorizações de acampamento e outros documentos à mão e secos, armazenando-os em uma bolsa com zíper e prendendo-os abaixo do assento. Prenda um remo reserva de fácil acesso usando tiras de velcro ou elástico. Se você não está acostumado a remar, considere usar luvas de bicicleta para evitar bolhas e joelheiras para evitar hematomas se precisar se ajoelhar. Por último, mas não menos importante, certifique-se de que sua canoa tenha um patilhão para transportar e ancorar.

A canoa virou? Não entre em pânico

Se você estiver perto da costa, coloque os remos sob os assentos e nade puxando sua canoa até a margem. Muito longe? Nade sob sua canoa, empurre o chão para cima e puxe para baixo as bordas para virar. Reveze para estabilizar a canoa e subir de volta, depois reme até a costa para despejar a água restante.

Se houver outra canoa por perto, traga o centro da canoa vertical perpendicular ao final da canoa virada. Levante a extremidade da canoa virada para a amurada da vertical enquanto um nadador empurra para baixo na extremidade do barco virado. Puxe a canoa virada em ambas as amuradas até que esteja centralizada e fora da água. Enrole-a, gire-a paralelo à canoa vertical e coloque-a de volta na água. Segure as amuradas enquanto os nadadores sobem.

-Publicidade-