Brasileiro entra para o Guinness por travessias de slackline entre balões e vulcões

Por Redação

Brasileiro entra para o Guinness por travessias de slackline entre balões e vulcões | Go Outside
Foto: Reprodução/Instagram

O catarinense Rafael Bridi conquistou dois recordes no Guinness pelas suas aventuras com o slackline nos últimos dois anos. Há cerca de um mês, o brasileiro de 34 anos quebrou o recorde mundial de travessia de slackline entre dois balões.

+ 4 motivos para você praticar slackline
+ Brasileiro Gui Khury conquista 3º recorde de skate no Guinness

Em 2 de dezembro, Rafael conquistou a marca andando 20 metros entre dois balões a uma altura de 1.901 metros sobre uma fita de 2,5 centímetros de largura. O palco do recorde foi a cidade de Praia Grande, no extremo sul de Santa Catarina.

A marca anterior era do americano Andy Lewis, que em 2019 fez a travessia de slackline entre dois balões a uma altura de 1.869 metros.

A primeira vez que Rafael conquistou seu espaço no Guinness com o highline foi em 2020, quando ele atravessou uma cratera de um vulcão ativo na Oceania. O catarinense caminhou do slackline no Monte Yasur, na Ilha de Tanna, em Vanuatu, no Oceano Pacífico.

Nascido em Florianópolis, Rafael é filho de uma educadora física e entrou no mundo dos esportes ainda criança, mas só conheceu o slackline através de um amigo na faculdade, em 2011, segundo informações do TAB UOL.

“Fui adquirindo conhecimento, melhorando equipamento, lendo papers em inglês. Depois de uns dois anos, eu tinha um domínio bom de equilíbrio. Três anos depois, fui fazer meu primeiro highline”, contou o catarinense ao UOL.

Hoje, o atleta é dono de uma empresa de turismo e eventos de aventuras e tem diversos patrocínios devido à visibilidade que ganhou com os recordes de slackline no Guinness e aparições na TV, em programas como o da Fátima Bernardes e o Fantástico.

-Publicidade-