7 destinos naturais super populares que você ainda precisa conhecer

Por Megan Michelson, da Outside USA

Claro, você não terá o lugar para si mesmo, mas quem se importa? Estes são destinos naturais que você tem que conhecer durante a sua vida. Além disso, se você jogar bem suas cartas como chegar mais cedo ou mais tarde; não ir em um fim de semana movimentado; ir por uma entrada que poucas pessoas conhecem, você pode evitar as multidões. Estas são as nossas escolhas para os melhores lugares que valem a pena visitar, apesar de todos estarem lá também.

+ 4 destinos surpreendentes e fora do comum na África
+ Os melhores destinos outdoor escolhidos pela Go Outside

Parque Nacional do Grand Canyon, Arizona

lotado
(blazekg / iStock)

A borda sul do Grand Canyon é notoriamente congestionada com ônibus, carros e trailers. E por uma boa razão – a paisagem do cânion desse lado é impressionante. Se você está entrando no parque a partir daqui, planeje chegar bem antes das 9 da manhã ou vir à noite. (Os guardas-florestais conduzem passeios noturnos no Anfiteatro McKee.) Caso contrário, pule a movimentada Vila do Grand Canyon e entre no parque a partir do Desert View, a 40 km a leste ou pela North Rim, que é mais difícil de acessar.

Enquanto todos os outros caminham pela Bright Angel Trail, opte pelo mais desafiador, mas menos popular, Hermit Trail, que você pode chegar caminhando desde o Grand Canyon Village ou de carro, se você tiver uma permissão.

Foz do Iguaçu, Brasil

lotado
(mytrade1 / iStock)

Em junho, o Brasil começou a permitir a entrada sem visto no país para viajantes dos Estados Unidos, Canadá, Japão e Austrália. Isso significa que pode aumentar ainda mais a vinda de estrangeiros nas famosas Cataratas do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, que ficam na fronteira entre o Brasil e a Argentina.

Milhares de pessoas visitam o parque todos os dias, a maioria dos quais vem do lado argentino, portanto, acessar as quedas do lado brasileiro é uma boa aposta. Fique perto das cataratas no Belmond Hotel das Cataratas (a partir de R$ 1.481), e você pode estar na trilha para o ponto de vista da Garganta do Diabo antes de todo mundo.

Telluride Bluegrass Festival, Colorado

lotado
(Adventure_Photo / iStock)

O Telluride Bluegrass Festival, que acontece no final de junho, traz cerca de 12.000 pessoas para a normalmente pacata cidade montanhosa dos Estados Unidos. Nos 46 anos do festival, a programação continua ficando mais impressionante. Este ano, os headliners incluíram Brandi Carlile, o Sam Bush Band e Railroad Earth. Acampar no festival é uma experiência obrigatória, mas dificilmente é uma experiência solitária. Portanto, se você quiser um pouco mais de espaço, arme uma barraca no camping Mary E. Ilium Campground, a 11 km de distância, e pegue o ônibus para o festival. Para ter um lugar perto do palco principal, você precisa chegar cedo.

Aiguille du Midi, Chamonix, França

lotado
(francois-roux / iStock)

Não importa a estação, a paisagem do topo do teleférico de Aiguille du Midi, que se eleva a 3.776 metros acima do vale de Chamonix e oferece vistas panorâmicas do Mont Blanc e dos Alpes franceses, suíços e italianos, vale a pena enfrentar as multidões. Quase meio milhão de pessoas visitam este local todos os anos.

Durante o pico de verão, o teleférico começa a funcionar às 6:30 da manhã. Portanto, esteja no primeiro bonde para evitar multidões. Este é um excelente ponto de partida para esquiadores experientes e alpinistas, mas considere contratar um guia se você estiver indo por esse caminho.

Franz Josef Glacier, Nova Zelândia

lotado
(francois-roux/iStock)

Na costa oeste da Ilha do Sul da Nova Zelândia, o Glaciar Franz Josef é um verdadeiro espetáculo. O glaciar é um enorme pedaço de gelo movediço que costumava se estender das montanhas até o mar.

Junte-se a um grupo guiado para uma caminhada no vale ou um passeio de helicóptero para caminhar na geleira em si. A alta temporada é de novembro a março, então vá em outro período. O vizinho Rainforest Retreat tem casas na árvore (a partir de US$ 300), casas de campo (a partir de US$ 120) e lugares para estacionar seu carro (a partir de US$ 31).

Montauk, Nova Iorque

lotado
(HaizhanZheng / iStock)

As multidões durante o verão são uma coisa real em Montauk, onde os moradores da cidade escapam para o extremo leste de Long Island para fins de semana e férias de verão na praia. Vá no outono para uma experiência mais tranquila.

Coisas para fazer: Suba até o topo do Farol de Montauk e no pátio tire fotos do pôr-do-sol de Navy Beach ou Montauket, um antigo bar e restaurante à beira-mar com as melhores vistas da Baía de Fort Pond. Fique no Solé East Resort (a partir de US$ 229), a poucos minutos da cidade, mas longe o suficiente da rua principal para lhe dar uma sensação de serenidade. 

Parque Nacional de Joshua Tree, Califórnia

lotado
(James opiyo / iStock)

Como o parque nacional mais próximo de Los Angeles, Joshua Tree é tão acessível quanto bonito, com milhares de rotas de escalada e trilhas intermináveis. Veja só: 90% dos visitantes do parque chegam por uma única entrada, o portão oeste perto da cidade de Joshua Tree. Se você quiser evitar isso, use a entrada norte perto de Twentynine Palms ou a entrada sul do Chiriaco Summit. Ou apareça no inverno, quando ninguém mais estiver por perto. A maioria dos campistas segue para as Jumbo Rocks; em vez disso, tente um lugar Ryan Campground (US $ 15).