Frank e a torre

Em 1972, o jovem norte-americano Frank Sanders decidiu viajar de carona até o estado de Wyoming (EUA) para escalar a Devil’s Tower (Torre do Diabo), uma formação rochosa de 275 metros do altura. "A primeira vez que eu vi a Devil’s Tower foi durante uma tempestade de raios. Mesmo a uma certa distância, parecia muito imponente. Conforme chegava mais perto, ela parecia maior e mais difícil de escalar. Pensei comigo mesmo: ‘Amanhã, não tenha medo nenhum, escale a torre’."

Ainda criança, Frank começou a explorar seu bairro no Tennessee, escalando as cercas das casas dos vizinhos. Depois vieram as árvores, cada vez mais altas e complicadas. Um pouco mais velho, ele passou a escalar rochas, e então surgiu a ideia de enfrentar a Devil’s Tower.

Hoje "milagrosamente ainda vivo" aos 62 anos, Frank trabalha como guia na torre, levando grupos de turistas para o topo da rocha todos os dias. "É uma nova expedição cada vez que levo um grupo lá. Tenho o melhor emprego do mundo, este é o melhor jeito possível de passar a vida. Já estive em muitos lugares diferentes escalando, mas aqui é o único para o qual não me canso de voltar."

Conheça mais sobre a história de Frank com a Devil’s Tower no vídeo abaixo (em inglês):

-Publicidade-