É dia de surf, bebê

Na semana passada, o bodyboarder porto-riquenho Jorge Tirado gerou polêmica ao publicar um vídeo em sua página do Vimeo em que mostra ele e seu filho, Gerardo, um bebê de apenas nove meses, pegando ondas juntos.

Na descrição do vídeo, Jorge explica que o surf “é o melhor esporte para a saúde física, mental e espiritual”, e encoraja outros pais a fazerem o mesmo – “Em segurança”, salienta.

Claro que não era um dia de ondas pesadas, mas o problema é que a criança não usava um colete de flutuação como segurança, para caso se desprendesse do pai. O “detalhe” gerou polêmica até no post original do vídeo. Enquanto uns parabenizavam Jorge pela iniciativa, outros questionavam que o porto-riquenho agiu de maneira irresponsável.

Além do risco de afogamento, foi falado que um bebê com esse tempo vida “não pode ser exposto a níveis elevados de adrenalina e dopamina”.

O jornal Correio Braziliense afirma que entrevistou Jorge e publicou: “De acordo com ele, quando a diversão terminou, Gerardo reclamou, dando a entender que queria voltar para a água.” No fim das contas, o bebê parece ter realmente curtido a experiência. E você, o que acha disso?

-Publicidade-