A pedra no sapato do Kilian Jornet

Karl Egloff acabou com a graça do ultracorredor catalão Kilian Jornet. Menos de dois meses após Kilian bater o recorde de tempo na ascensão do Aconcágua, na Argentina, o atleta suíço-equatoriano estabeleceu uma nova marca. Em dezembro de 2014, Kilian subiu até o topo da montanha (que tem 6.960 metros de altura) e voltou à base em 12 horas e 49 minutos. Seguindo a mesma rota usada por seu colega, a trilha de Horcones, Karl bateu esse tempo em quase uma hora, totalizando o percurso em 11 horas e 52 minutos.

Karl, 33, é corredor e guia de montanha. E parece estar seguindo de perto os passos de Kilian: além de roubar o recorde do Aconcágua, ele já tinha batido o tempo do catalão na ascensão do Kilimanjaro, em agosto de 2014.


CONQUISTA: Karl Egloff postou uma foto na base do Aconcágua em sua página no facebook (Foto:Dvulgação via facebook).

-Publicidade-