Erro fatal

Very good article about surviving in the wilderness...what not to do...what happened to McCandless and how you can avoid repeating his mistakes. (foraging, wilderness survival) Also see the book: Into the Wild

FELICIDADE: Chrstopher McCandless em sua natureza selvagem

O escritor Jon Krakauer reviu as circunstâncias de morte de Chris McCandless, o famoso “aventureiro errante” que estrela seu livro Na Natureza Selvagem. Num artigo publicado nesta semana pela revista New Yorker, Krakauer admitiu que realmente errou ao indicar o composto tóxico presente nas batatas selvagens que teriam levado MacCandless à morte, aos 24 anos de idade – apesar de manter a premissa de que foram as sementes tóxicas as responsáveis.

Em 2013, Krakauer refutou a ideia de alguns leitores de Na Natureza Selvagem que insistiam que MacCandless tinha sido vítima de sua própria incompetência. Eles alegavam que as sementes não eram venenosas. Além disso, um jornalista do Alasca chegou a publicar que a conclusão de Krakauer não poderia ser considerada definitiva porque não havia passado por revisões que atestassem sua teoria.

Testes ainda revelaram que as sementes não continham o veneno que Krakauer tinha julgado como o responsável pela fatalidade. Mas o autor então revelou recentemente um estudo feito há 50 anos e publicado por um jornal canadense de botânica o qual identificava um aminoácido que é tóxico. O laboratório testou novamente as sementes e constatou que elas tinham, sim, um nível de toxicidade letal – um composto que é venenoso inclusive a animais, podendo causar rigidez nos membros, enfisema e hemorragia das glândulas linfáticas.

Tais descobertas têm sua utilidade no momento em que podem prevenir novas mortes, além de livrar Christopher McCandless das acusações póstumas de incompetência ou negligência. Agora, Krakauer pretende publicar, no mês que vem, suas novas descobertas no periódico científico Wilderness & Environmental Medicine.

-Publicidade-