Planeta Extremo estreia como programa

Depois de ser exibido como parte de outros programas da TV Globo, Planeta Extremo ganha neste fim de semana um espaço só seu. Nele, o repórter Clayton Conservani é acompanhado por Carol Barcellos para superar desafios nos lugares mais bonitos da Terra e falar sobre viagem, esporte e ciência. Os apresentadores enfrentarão cachoeiras congeladas, rios de lava, ultramaratonas, montanhas, cânions, vulcões em erupção e mergulhos em cavernas.

Com estreia prevista para o dia 25 de janeiro, Planeta Extremo vai ao ar na rede Globo aos domingos, após o Big Brother Brasil.


IMAGENS AÉREAS: O uso de drones auxiliou a captura de fotos como esta (Foto: Divulgação)

O primeiro episódio visita o vulcão mais explosivo do mundo, o Ambrym, na ilha de Vanuatu, localizada no Pacífico Sul. Os repórteres e sua equipe caminharam por três dias, para serem os primeiros brasileiros a descerem até a cratera, usando roupas especiais para suportar as temperaturas altíssimas.


IMPONÊNCIA: As paisagens encontradas são deslumbrantes (Foto: Divulgação).

No segundo episódio, Clayton e Carol embarcam em prova de sobrevivência: a Ultramaratona da Selva, com um percurso de 127 km, na Floresta Amazônica.


MONUMENTO: A Muralha da China foi um dos lugares visitados (Foto: Divulgação).

Eles também refazem o trajeto percorrido por Aron Ralston, ao lado do alpinista norte-americano, até o local do acidente onde ele precisou amputar o próprio braço para sobreviver depois de seis dias preso em uma pedra — o que deu origem ao livro e filme 127 Horas.


SUBTERRÂNEO: Carol e Clayton se preparam para mergulhar em uma caverna (Foto: Divulgação).


MERGULHO: Carol Barcellos descobre relíquias no fundo do mar (Foto: Divulgação).

-Publicidade-