Surf na parede

Um artista que atende pelo codinome BERT cravou seu lugar dentro da comunidade do surf internacional, mas não em cima de uma prancha. Ele viaja o mundo pintando murais inspirados no que está acontecendo dentro da água nas competições do campeonato mundial. "Comecei a fazer os murais acompanhando o tour da ASP porque adoro o surf profissional. Todos os vencedores dos campeonatos ganham um mural. Atualmente todos os competidores esperam vencer para ganhar um troféu, algum dinheiro e seu retrato nas ruas, feito por mim", exagera o pintor.

Já faz algum tempo que BERT começou a tradição de acompanhar o surf: "Faz uns dois anos que eu pinto pelo menos um mural por competição, acho que já tenho uns 35. Estou muito contente pelo Medina ter ganhado o título em 2014, acabou com qualquer dúvida a respeito de seu talento".

Ilegal, por ser pintado em espaços públicos sem autorização prévia, o trabalho do grafiteiro nem sempre resiste às intempéries: "Eu nunca fui pego enquanto estou trabalhando, mas é um risco que existe. Alguns murais duram bastante tempo, outros são apagados por novas demãos de tinta. É parte do jogo", diz ele.

Confira alguns dos painéis em homenagem ao surf:


SORRATEIRO: Painel com Gabriel Medina feito durante o Quiksilver Pro Goldcoast 2014
(Foto: Divulgação via Mpora)


PALHAÇADAS: Pintura feita no North Shore, no Havaí, em 2013 (Foto: Divulgação via Mpora)


AGRADECIMENTO: Kelly Slater aparece em pintura de 2014 (Foto: Divulgação via Mpora)


NA ÁGUA: Desenho feito no Billabong Pipe Masters de 2014 (Foto: Divulgação via Mpora)

FESTA: Kelly Slater comemorando no Volcom Fiji Pro Cloudbreak de 2013 (Foto: Divulgação via Mpora)

-Publicidade-