A trajetória de Gabriel Medina


FOI PRA GALERA: Medina ainda voltou à disputa e terminou como vice-campeão do Billabong Pipemasters (Foto: ASP/Kirstin Scholtz)

Na última sexta-feria (19/ dezembro, no Havaí), o paulista Gabriel Medina sagrou-se campeão mundial de surf – um título inédito ao Brasil.

A etapa final, realizada no Havaí, nas ondas de Pipeline, foi emocionante e contou com um coadjuvante que teve uma participação decisiva: o brasileiro Alejo Muniz, que tirou o norte-americano onze vezes campeão mundial, Kelly Slater, da disputa e, em seguida, o australiano Mick Fanning.

Depois de um dia de comemorações, Medina reconheceu a importância de Alejo. Via Instagram, ele escreveu em agradecimento: “(…) Queria lembrar do meu anjo do campeonato e meu irmão, Alejo Muniz. Com a vitória na bateria dele, ele deu a minha vitória do título mundial. Foi só para lembrar, depois vou fazer um post só dele… Ele merece.”

A Medina, as homenagens não param de pipocar. Duas legais, em vídeo, resumem sua trajetória (assista abaixo): no primeiro filme, produzido pela Rip Curl, marca que o patrocina, fica claro que nada é por acaso, e mostra alguns highlights do surfista ao longo dos últimos anos. Em seguida, é um vídeo produzido pela Associação Surf Profissional (ASP), que resume o ano vitorioso de Gabriel Medina, que dominou três das 11 etapas disputadas em 2014.

-Publicidade-