O cara que influenciou Jay Adams


EM CASA: Larry em Off the Wall, Havaí, em 1976 (Foto| Jeff Divine)

Em agosto, a morte do skatista Jay Adams (em decorrência de um ataque cardíaco, no México) trouxe à tona o nome do havaiano Larry Bertlemann, a maior influência de Jay.

Larry, hoje com 59 anos, foi um surfista que revolucionou seu esporte durante a década de 1970. Apelidado de Rubberman, ele era dono de uma cabeleira afro e uma simpatia que conquistavam as pessoas. Naquela época, ganhou campeonatos graças ao estilo ousado de surfar, usando pranchas pequenas para tirar cutbacks com uma fluidez jamais vista. O “Homem Borracha” praticava sua linha no asfalto antes de ir para água e, com isso, também se tornou um skatista respeitado.

Nos anos 70, Larry foi capa das revistas Surfer e Surfing por oito vezes – mais do que Gerry Lopez, Shaun Tomson e Mark Richards. Mas a fama o distanciou do estilo purista, e ele ficou conhecido como um cara que vendia facilmente sua imagem em busca de patrocínios.

Larry saiu de cena em meados dos anos 80 – depois se soube que uma série de lesões nas costas acabou o impossibilitando de surfar. Nada, no entanto, que apague seu legado.

Larry é considerado um dos padrinhos do surf moderno. Apareceu em mais de 25 filmes de surf (incluindo Super Session) e é uma inspiração para surfistas como Tom Curren, Martin Potter e Kelly Slater – além de Jay Adams.

No vídeo a seguir, ele comenta sobre suas ondas preferidas no North Shore havaiano, surfa de base invertida e improvisa uma câmera no capacete para filmar talvez o que seja o primeiro rolê de GoPro (POV).

-Publicidade-