Muita diversão com pouco


É COMPROMISSO: Yojani mandando ver na pistinha de Havana (FOTO: Cuba Skate)

O documentário a seguir foi produzido pela ONG Cuba Skate. Narrado em primeira pessoa pelo skatista local Yojani Pérez Rivera, o filme deixa claro que, apesar do acesso limitado de equipamentos, o skate é um esporte em fase de crescimento na ilha de Fidel.

Segundo o documentário, hoje o número de praticantes em Cuba já passa de 1.000, e muitos deles andam em skates improvisados, feitos à mão por eles mesmos. Não existem lojas de skate em Havana e a única pista que há por lá está caindo aos pedaços — mesmo assim ela é muito bem aproveitada, pelo visto.

“Skate não é um hobby, faz parte de minha vida”, diz Yojani no filme. “Quando eu não ando de skate é como se eu parasse de respirar.”

É por meio de projetos como esse que a ONG Cuba Skate pretende facilitar a vida dos skatistas cubanos e estrangeiros que visitam Cuba. Acesse o site para ficar por dentro das novidades e saiba como você também pode colaborar: cubaskate.com.

-Publicidade-